Por Felipe Miranda, estrategista chefe da Empiricus Research.

O Brasil acabou há exatos dois anos, em 28 de julho de 2014. Anunciei isso pessoalmente naquele dia. Recebi uma série de ameaças como resposta.

Sofri ofensas de militantes partidários, fui processado pela presidente Dilma Rousseff e alvo de diversas reportagens difamatórias pelos blogs sujos da imprensa.

Mas não estou aqui para lembrar o passado, tampouco para me vangloriar de ter alertado previamente para a destruição do País. Isso é página virada. A crise teve os seus desdobramentos e nos levou a algo novo, que está começando exatamente agora.

O contragolpe e sua grande oportunidade de construir patrimônio

É isso o que importa para você. É disso que vou falar. Trabalho desde então em uma nova tese. Agora, reúno todos os argumentos necessários para comprová-la.

O que está se formando neste momento só encontra um paralelo em toda a história brasileira, e atende pelo nome de Plano Real.

(clique aqui para ver o vídeo)

Tal como ocorreu com “O Fim do Brasil”, alguns ouvintes não concordaram com as conclusões a que cheguei. Mas nenhum deles conseguiu refutar os argumentos de minha pesquisa. Isso mesmo: NENHUM.

E aqueles que seguiram nossas recomendações, não apenas protegeram seu patrimônio, como também lucraram muito.

Agora, após exatos dois anos da morte do Brasil, estamos prontos para o recomeço. E com este movimento, você terá uma nova chance de lucros, ainda muito maior.

Se mesmo depois do que aconteceu nestes últimos dois anos, e do alerta prévio que fizemos, você ainda tem dúvidas sobre o que estou falando agora, quero apresentar a você 10 pontos que COMPROVAM que você está diante da maior oportunidade de construir patrimônio, desde 1994 (clique aqui e entenda).

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.