Home Agronegócio Contratos futuros do açúcar bruto sobem mais de 2%

Contratos futuros do açúcar bruto sobem mais de 2%

O ritmo da safra brasileira pode cair em outubro, disseram os negociantes, já que há previsão de chuvas generalizadas no cinturão da cana-de-açúcar

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@wirestock)

Os contratos futuros do açúcar bruto na ICE fecharam em alta de mais de 2% na quinta-feira, voltando ao pico recente de 12 anos, uma vez que a oferta global do adoçante continua restrita.

Açúcar

O açúcar bruto outubro fechou em alta de 0,6 centavo, ou 2,3%, a 26,73 centavos de dólar por libra-peso, com o mercado mostrando sinais de retomar seu avanço recente após um período de consolidação.

O mercado subiu para 27,62 centavos de dólar na semana passada, atingindo uma máxima de 12 anos, impulsionada pelo aperto da oferta, com a provável queda da produção na Índia e na Tailândia devido ao clima seco associado a um evento climático El Niño.

O ritmo da safra brasileira pode cair em outubro, disseram os negociantes, já que há previsão de chuvas generalizadas no cinturão da cana-de-açúcar.

O açúcar branco dezembro subiu 7,30 dólares, ou 1%, para 716,60 dólares por tonelada métrica.

Café

O café arábica, dezembro, caiu 2,05 centavos, ou 1,4%, para 1,472 dólar por libra-peso.

Os estoques de café verde no Japão, o quarto maior consumidor mundial, subiram de 2,44 milhões de sacas em julho para 2,49 milhões em agosto, mas continuam abaixo da média de cinco anos de 3,02 milhões de sacas em agosto, informou a Coffee Trading Academy.

O café robusta, novembro, subiu 22 dólares, ou 0,9%, para 2.469 dólares por tonelada.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.