Home Agronegócio Copersucar prevê melhores preços do açúcar com tempo seco

Copersucar prevê melhores preços do açúcar com tempo seco

Sobre a nova safra, ele disse que as usinas deverão aumentar a alocação de cana para a produção de açúcar à medida que a temporada avança

por Reuters
3 min leitura

A brasileira Copersucar, maior comerciante de açúcar do mundo, está otimista com os preços do produto no médio prazo, já que o clima seco no maior produtor mundial deve confirmar uma produção menor na temporada 2024/25, que começou em abril.

O presidente-executivo da Copersucar, Tomás Manzano, disse a repórteres em uma teleconferência de resultados nesta quarta-feira que os preços deveriam subir dos níveis atuais próximos a 19 centavos de dólar por libra-peso na bolsa de Nova York.

A Copersucar registrou lucro líquido de 281 milhões de reais na safra 2023/24, recuo de 58,6% em relação à temporada passada, diante da queda de preços internacionais do açúcar e um declínio dos preços do etanol ao longo da safra, informou a companhia nesta quarta-feira.

A Copersucar registrou receita de 54,1 bilhões de reais em 2023/24, 22,9% abaixo de 2022/23. A empresa comercializou 13,3 milhões de toneladas de açúcar na temporada, contra 11,5 milhões de toneladas.

Suas vendas de etanol no Brasil, nos mercados de exportação e nos Estados Unidos, onde controla a comercializadora Eco-Energy, subiram de 12,1 bilhões de litros para 17,2 bilhões de litros.

Sobre a nova safra, ele disse que as usinas deverão aumentar a alocação de cana para a produção de açúcar à medida que a temporada avança.

Manzano disse que o clima mais seco do que o normal no Brasil prejudicou o desenvolvimento da cana e levará a uma colheita menor, como esperado.

O executivo acrescentou que os dados recentes que mostraram o “mix” de açúcar abaixo do ano passado refletem um quadro de algumas semanas atrás.

“As usinas vão pisar forte no acelerador no mix de açúcar à medida que a safra avança, à medida que a cana se desenvolve”, disse ele.

Na véspera, a Reuters publicou avaliação da consultoria JOB Economia e Planejamento indicando que total de cana processada do centro-sul do Brasil destinada para a produção de açúcar deverá atingir o patamar recorde de 50,8% na temporada 2024/25, e um ligeiro recuo anual neste indicador visto na segunda quinzena de maio se trata de algo pontual.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.