Home Estilo de Vida Criador do Menino Maluquinho, Ziraldo morre aos 91 anos

Criador do Menino Maluquinho, Ziraldo morre aos 91 anos

Aclamado pelo trabalho liter√°rio infantil, Ziraldo recebeu diferentes premia√ß√Ķes, como o "Nobel" Internacional de Humor

por Agência Brasil
3 min leitura
O escritor Ziraldo morreu neste s√°bado (6) aos 91 anos. A morte foi confirmada pela fam√≠lia do desenhista. Ele morreu enquanto dormia, no apartamento onde morava, no bairro da Lagoa, na zona sul do Rio de Janeiro, por volta das 15h. Ele tinha tr√™s filhos. Aclamado pelo trabalho liter√°rio infantil, Ziraldo recebeu diferentes premia√ß√Ķes, como o “Nobel” Internacional de Humor no 32¬ļ Sal√£o Internacional de Caricaturas de Bruxelas e tamb√©m o pr√™mio Merghantealler, da imprensa livre da Am√©rica Latina, ambos em 1969. Levou ainda o Pr√™mio Jabuti de Literatura, em 1980, com O Menino Maluquinho, e novamente em 2012, com Os Meninos do Espa√ßo.

Mineiro

Ziraldo Alves Pinto, nasceu em Caratinga, Minas Gerais, em 1932. Aos 7 anos, em 1939, Ziraldo apresentou seu primeiro desenho no jornal Folha de Minas. Em 1949, muda-se para o Rio de Janeiro, onde fez carreira. Apesar da forma√ß√£o em Direito, pela Universidade Federal de Minas Gerais, construiu uma carreira importante como desenhista, escritor, apresentador e jornalista. Na d√©cada de 1950, trabalhou em uma coluna de humor no jornal Folha da Manh√£, atual Folha de S√£o Paulo. Depois iria para a revista O Cruzeiro e para o Jornal do Brasil. Na d√©cada de 1960, publicou a primeira revista em quadrinhos de sucesso, a Turma do Perer√™, que seria cancelada pouco tempo depois do golpe militar de 1964. Voltaria ainda em edi√ß√Ķes pela Abril e Editora Primor nas d√©cadas seguintes.
Escritor e desenhista, Ziraldo
Exposição leva visitantes ao mundo mágico do quadrinista e escritor Ziraldo (Imagem: Mundo Zira/Divulgação)

Política

Ziraldo se destacou por usar a arte como forma de resist√™ncia √† ditadura militar. Ele fundou e dirigiu o famoso peri√≥dico O Pasquim, que fez oposi√ß√£o ao regime. O trabalho incomodaria os militares, a ponto de ele ter sido preso logo depois da promulga√ß√£o do AI-5, documento pelo qual foi intensificada a censura e a repress√£o do governo aos opositores. Foi considerado um “elemento perigoso” pelo regime militar. O desenhista continuaria atuante politicamente, sendo filiado ao Partido Comunista Brasileiro (PCB) e depois ao Partido Socialismo e Liberdade (PSOL). Tamb√©m declararia apoio a candidatos do Partido dos Trabalhadores (PT) em elei√ß√Ķes presidenciais.

Personagem

Sua mais conhecida cria√ß√£o, o Menino Maluquinho, nasceu nos anos 1980 e foi inspirado no filho do escritor. O personagem deu origem ao livro infantil campe√£o de vendas e ao filme de grande sucesso nos cinemas do pa√≠s. O livro foi traduzido para o ingl√™s, espanhol, basco, alem√£o e o italiano e teve adapta√ß√Ķes para o cinema, teatro e televis√£o. Outros livros de destaque foram Flicts (1969) e O Bichinho da Ma√ß√£ (1982). Com tantos personagens marcantes de hist√≥rias infantis, Ziraldo parou de produzir textos e desenhos em setembro de 2018, quando sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). Seu est√ļdio, onde trabalhou durante 70 anos, instalado no bairro da Lagoa, zona sul do Rio, est√° sendo transformado no Instituto Ziraldo. Na TV Brasil, os 26 epis√≥dios do programa Um Menino muito Maluquinho foram apresentados ao longo de 2006. O cartunista e escritor ainda apresentou o ABC do Ziraldo durante cinco temporadas. Foram 189 epis√≥dios onde o tema era sempre incentivar jovens e crian√ßas ao h√°bito da leitura. Uma mostra interativa sobre os desenhos de Ziraldo est√° atualmente em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro. Com o nome “Mundo Zira – Ziraldo Interativo”, a exposi√ß√£o homenageia a trajet√≥ria do multiartista e tem previs√£o de encerramento no dia 13 de maio desse ano.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.