No Dinheirama estamos sempre buscando trazer as novidades do mercado para você. Desta vez, vamos falar sobre uma criptomoeda diferenciada, a GoMoney Criptocoin. Normalmente, quando falamos em moedas digitais, costumamos associá-las às bruscas variações no valor e seus respectivos riscos. Mas agora a fintech GoMoney, focada no mercado de turismo, está lançando a GoMoney Criptocoin (GMC), que a startup explica ser a primeira “stable coin” no Brasil, uma criptomoeda que tem valor padronizado em dólar. E o que isso significa?

Ter valor padronizado em dólar significa que cada GMC equivale a um dólar americano. E este valor baseado em dólar tem como premissa manter a cotação da GMC tangível e passível de ser facilmente convertida em outras moedas.  Ou seja, trata-se de uma nova maneira de encarar o mundo das criptomoedas, e vale a pena você ficar por dentro!

Nos últimos dias, os executivos da GoMoney, o CEO Maurício Pires e o CFO Osman Velazquez, participaram da Fintech Mission, uma missão organizada pelo consulado da Suíça no Brasil ao CryptoValley em Zug. Eles conversaram com exclusividade ao Dinheirama para contar mais a respeito do lançamento do meio de pagamento. Confira!

O que é a GoMoney Criptocoin e qual o seu diferencial com relação a outras criptomoedas?

Maurício Pires: Queríamos oferecer uma moeda digital segura e de valor padronizado dentro do mercado de criptomoedas. A principal diferença da GMC é exatamente esta, pois estamos baseando a GMC no dólar, que é uma moeda utilizada mundialmente para facilitar a sua conversão. O valor baseado em dólar tem como premissa manter sua cotação tangível e passível de ser facilmente convertida em outras moedas. Ou seja, cada GMC equivale a um dólar americano. Isso traz credibilidade e praticidade à GMC.

Por que comprar GoMoney Criptocoin no lugar de comprar dólar diretamente?

Osman Velazquez : Quem adquire a GMC deve buscar duas características principais: os benefícios de uma criptomoeda e a estabilidade do dólar. É a primeira vez que vemos uma criptomoeda oferecer estes benefícios em só produto, atrelada a uma plataforma robusta de investimentos.

Como será feita a compra e venda da criptomoeda?

M.P.:  Criamos uma plataforma na qual o usuário, após ter seu cadastro aprovado pela nossa área de compliance, poderá adquirir suas GMCs através de transferência bancária. Em posse delas, poderá pagar por produtos e serviços nacional e internacionalmente. Ao optar por transformar a GMC em um moeda FIAT, bastará solicitar o resgate que creditaremos o valor diretamente em sua conta bancária, em qualquer lugar do mundo.

Vocês podem explicar um pouco mais sobre a questão do blockchain?

O. V.: O blockchain é uma tecnologia que utiliza descentralização de dados como medida de segurança. É o sistema que serve de base para o meio de pagamentos que oferecemos na plataforma GoMoney. Além de segurança, registrar as transações no blockchain possibilita maior transparência e credibilidade às nossas transações.

Podem falar um pouco sobre os possíveis usos da GMC?

M. P.: Os usuários poderão usar a GMC para pagamento de produtos e serviços. A diferença está exatamente no seu valor baseado em dólar e em sua estabilidade. Será possível saber exatamente quanto custa uma GMC a partir da cotação do dólar. Nossos usuários, portanto, poderão utilizar a moeda não apenas para fazer uma compra, mas realizar outras transações comerciais com toda segurança e menor risco de volatilidade.

Quem é o público potencial da GMC?

M. P.: Nosso público é aquele que planeja utilizar a GMC para o propósito inicial das criptomoedas: como uma moeda digital e sem fronteiras.

E quais as expectativas a partir de agora?

M. P.: Acreditamos que a GMC, por ser estável, de fácil conversão e uso, pode ampliar o uso de criptomoedas como forma de pagamento de produtos e serviços. Estamos preparados para isso e sabemos que podemos contribuir para o fortalecimento do ecossistema.

Janaína Gimael
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários