Grandes oportunidades costumam ficar mais visíveis em momentos como os que vivemos hoje. Isso mesmo: oportunidades surgem em meio a crises como as dos dias atuais. Pouca gente costuma ficar atento a um detalhe essencial na trajetória das pessoas bem-sucedidas: elas mantêm o sangue frio e aproveitam as crises!

Poucas coisas são tão poderosas como o medo, e nos negócios o medo já foi responsável por muitos grandes negócios. Jorge Paulo Lemann, o homem mais rico do Brasil, juntamente com o seu grupo de sócios adquiriu a cervejaria Brahma em um momento peculiar.

Ele comprou a Brahma quando os antigos donos da companhia temiam que uma eventual vitória do então candidato Luiz Inácio Lula da Silva, nas eleições presidenciais de 1989, comprometesse o ambiente econômico do país. Ao perceber a oportunidade, Lemann iniciou a brilhante “carreira” dentro do segmento até se tornar um dos controladores da maior cervejaria do mundo, a ABInbev.

Risco alto também significa oportunidade de ir mais longe

Acompanhe um trecho do artigo Arrisque! A importância dos riscos na busca por melhores resultados, publicado aqui mesmo no Dinheirama. Nele, Conrado Navarro fala com propriedade sobre a necessidade de arriscar na busca por melhores oportunidades:

“Riscos são oportunidades de alcançar resultados diferentes a partir de decisões igualmente diversas. Não há um manual que ensina quem e quando devemos arriscar. Cada pessoa tem seus anseios e desejos e também seu grau de aversão ao risco, mas é importante que estes fatores sejam coerentes. Afinal, o conflito entre o tamanho de nossos sonhos e nossa determinação de arriscar para conquistá-los está entre as razões principais de sérios problemas emocionais”

Se o risco existe e apresenta oportunidades na seara empresarial, ele também pode apresentar oportunidades para quem está disposto a empreender. Crises são períodos onde muita gente prospera criando serviços ou produtos que resolvem problemas surgidos a partir da situação do momento. Outros conseguem se adiantar e criam tendências que acabam se tornando referências.

Finanças pessoais: 2015 pode reservar boas oportunidades para o seu bolso

Os números e o pessimismo em 2015 impressionam, e é verdade que a situação do país está delicada. Com uma inflação que provavelmente ultrapassará 7% no final do ano, juros altos, câmbio imprevisível, possibilidade de elevação do desemprego e tanta corrupção, é difícil olhar para o futuro com otimismo.

Nesse mar de tragédias da vida real, 2015 pode reservar algumas boas oportunidades para quem quer realizar os sonhos de consumo. Calma, não me refiro aos sonhos de consumo realizados através do crédito (os altos juros praticamente inviabilizam qualquer tipo de financiamento no momento atual).

Falo do que tanto insistimos aqui: quem fez a “lição de casa” e, no decorrer dos últimos anos de bonança e crescimento, guardou dinheiro e investiu com inteligência poderá aproveitar a crise para e suas boas oportunidades de comprar mais e mais barato, com base em negociação e pagamento à vista.

O brasileiro precisa aprender a negociar

Uma triste constatação em relação as características do povo brasileiro é que muita gente tem vergonha de negociar e pedir desconto. Com boas negociações é possível conseguir diminuir substancialmente o valor pago pelos produtos e serviços que desejamos e utilizamos.

Outro ponto que precisa ser revisto é o desprezo que algumas pessoas têm por descontos considerados baixos. Cansei de ouvir amigos reclamando de descontos de 5% e abrindo mão dessa economia – uma pena, já que normalmente este hábito faz muita diferença no decorrer da vida (e suas compras mais caras).

No vídeo “Negociação, pagamento à vista e preço justo”, da TV Dinheirama, o Navarro conta um pouco mais sobre como é importante negociar as compras e encontrar boas oportunidades, principalmente com pagamento à vista. Assista:

Conclusão

O artigo de hoje é especial para mostrar que educação financeira não é apenas voltada para acumulação de dinheiro. Educação financeira significa, antes de tudo, ficar atento a oportunidades para aproveitar o melhor momento de realizar sonhos.

Hoje, diante de um ano de muitos desafios e crise iminente, as oportunidades podem ficar mais próximas graças ao desaquecimento da economia. O poder do consumidor tem tudo para prevalecer e saber negociar será um grande trunfo em 2015. Você está preparado? Até a próxima!

Foto “Man opens door”, Shutterstock.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários