Viver de Renda
Viver de Renda
Home Economia e Política Cuba acusa 30 pessoas por roubo de 133 toneladas de frango

Cuba acusa 30 pessoas por roubo de 133 toneladas de frango

O frango havia sido destinado ao sistema de "livro de racionamento" de Cuba, introduzido após a revolução de 1959 do falecido Fidel Castro

por Reuters
0 comentário
Cuba Frango

Cuba acusou 30 pessoas de roubar 133 toneladas de frango e vendê-las nas ruas, em um raro roubo de grande porte em um momento de escassez de alimentos no país comunista.

Os ladrões levaram a carne, em 1.660 caixas brancas, de uma instalação estatal na capital Havana e usaram o produto da venda para comprar geladeiras, laptops, televisores e aparelhos de ar condicionado, de acordo com uma transmissão da TV estatal cubana na noite de sexta-feira.

O frango havia sido destinado ao sistema de “livro de racionamento” de Cuba, introduzido após a revolução de 1959 do falecido Fidel Castro para fornecer alimentos básicos subsidiados para todos.

Viver de Renda

Rigoberto Mustelier, diretor da COPMAR, distribuidora de alimentos do governo, disse que a quantidade roubada era equivalente a um mês de ração de frango para uma província de médio porte, de acordo com as taxas atuais de distribuição.

A quantidade de frango disponível por meio do livro de racionamento caiu drasticamente nos últimos anos, pois a crise econômica trouxe escassez de alimentos, combustível e medicamentos.

Muitos produtos subsidiados chegam à população dias, semanas ou até meses depois do programado, fazendo com que as pessoas que ganham um salário médio de 4.209 pesos por mês (US$ 14 pela taxa de câmbio informal) tenham que buscar outras formas de sobreviver.

As autoridades não informaram quando ocorreu o roubo do frango, mas observaram que provavelmente ocorreu entre meia-noite e duas da manhã, quando detectaram flutuações na temperatura da instalação de armazenamento a frio. A vigilância por vídeo capturou caminhões transportando o frango para fora do local.

Os 30 acusados incluíam chefes de turno e funcionários de TI da fábrica, bem como guardas de segurança e pessoas de fora não diretamente afiliadas à empresa, informou a reportagem da TV.

Os suspeitos, se considerados culpados, podem pegar até 20 anos de prisão.

O crime em Cuba aumentou junto com as dificuldades econômicas desde o fim da pandemia da COVID-19, embora relatos de roubos em grande escala como esse ainda sejam uma raridade na ilha caribenha.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da rede “O Melhor do Dinheirama” com as melhores análises e notícias

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.