Home Empresas Custos mais baixos e taxa de câmbio impulsionam lucro da Ambev no 3º tri

Custos mais baixos e taxa de câmbio impulsionam lucro da Ambev no 3º tri

por Reuters
0 comentário

A Ambev (ABEV3) informou nesta terça-feira um salto de 19,3% no lucro líquido em uma base orgânica, uma vez que os preços mais baixos do alumínio e as taxas de câmbio favoráveis compensaram uma queda nos volumes de vendas em comparação com o ano anterior.

A empresa disse que o benefício da taxa de câmbio e os preços mais baixos das commodities ajudaram a reduzir os custos.

No entanto, a receita líquida total do terceiro trimestre foi de 20,32 bilhões de reais, ficando abaixo das expectativas dos analistas de uma receita líquida de 21,220 bilhões de reais, com base nos dados da LSEG.

No geral, as vendas foram menores, com um aumento de 13,6% na América Central e no Caribe, ofuscado por uma queda de 9,4% no sul da América Latina e uma queda de 13,1% no Canadá.

No Brasil, as vendas continuaram a crescer. A empresa disse que as marcas de cerveja premium, lideradas por Corona, Spaten, Stella Artois e Original, cresceram na casa dos 10%, superando o desempenho do setor.

A subsidiária da belga Anheuser-Busch InBev registrou um lucro de 4,02 bilhões de reais, contra a estimativa média de 3,45 bilhões de reais dos analistas consultados pela LSEG.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cresceu organicamente 43,7% em relação ao ano anterior, para 6,58 bilhões de reais.

A empresa também prevê que o Ebitda do quarto trimestre supere o crescimento de 17,1% alcançado em 2022.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.