Home Economia e Política Custos trabalhistas nos EUA aumentam mais do que o esperado no 1º trimestre

Custos trabalhistas nos EUA aumentam mais do que o esperado no 1º trimestre

O relatório seguiu os dados da semana passada que mostraram que as pressões dos preços aumentaram no primeiro trimestre

por Reuters
0 comentário

Os custos trabalhistas mos Estados Unidos aumentaram mais do que o esperado no primeiro trimestre em meio a uma alta nos salários e benefícios, confirmando o aumento da inflação no início do ano.

O Índice de Custo de Emprego (ECI, na sigla em inglês), a medida mais ampla dos custos de mão de obra, aumentou 1,2% no último trimestre, após uma alta não revisada de 0,9% no quarto trimestre, informou o Departamento do Trabalho nesta terça-feira.

APRENDA COMO MULTIPLICAR E PROTEGER SEU CAPITAL INVESTIDO POR MEIO DAS CRIPTOMOEDAS E ACELERE A SUA JORNADA RUMO À LIBERDADE FINANCEIRA

Economistas consultados pela Reuters previam avanço de 1,0%. Os custos trabalhistas aumentaram 4,2% na comparação anual, depois de terem subido pela mesma margem no quarto trimestre.

O ECI é visto pelas autoridades como uma das melhores medidas sobre o mercado de trabalho e um indicador do núcleo da inflação, pois se ajusta às mudanças na composição e na qualidade do emprego.

O relatório seguiu os dados da semana passada que mostraram que as pressões dos preços aumentaram no primeiro trimestre.

As autoridades do Federal Reserve iniciam dois dias de reunião de política monetária nesta terça-feira.

A expectativa é de que o banco central dos EUA deixe sua taxa de juros inalterada na atual faixa de 5,25% a 5,50%, onde se encontra desde julho.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.