Home Mercados Dalian: minério de ferro recua pela terceira sessão consecutiva

Dalian: minério de ferro recua pela terceira sessão consecutiva

O minério de ferro de referência para junho na Bolsa de Cingapura, no entanto, subia 0,81%, a 118,85 dólares a tonelada

por Reuters
0 comentário

Os preços futuros do minério de ferro na bolsa de Dalian ampliaram a queda para a terceira sessão consecutiva nesta quarta-feira, já que o enfraquecimento dos fundamentos de mercado do principal ingrediente da fabricação de aço superou o aumento dos estímulos imobiliários na China, principal consumidor do minério.

O contrato de setembro do minério de ferro mais negociado na Bolsa de Mercadorias de Dalian (DCE) da China encerrou as negociações do dia com queda de 1,11%, a 891 iuanes a tonelada, depois de cair mais de 2% na terça-feira.

O minério de ferro de referência para junho na Bolsa de Cingapura, no entanto, subia 0,81%, a 118,85 dólares a tonelada.

“Não estou muito otimista em relação ao minério de ferro, já que a produção de metais quentes está próxima do teto, enquanto a oferta tem se mantido em um nível relativamente alto”, disse Chu Xinli, analista da China Futures, com sede em Xangai, acrescentando que o aumento persistente dos estoques portuários está pesando ainda mais sobre os preços.

A queda persistente dos preços ocorreu mesmo quando a cidade chinesa de Shenzhen, um importante centro de tecnologia e manufatura, reduziu a taxa mínima de entrada exigida dos compradores de imóveis pela primeira vez para 20%, enquanto a cidade de Guangzhou, no sul do país, reduziu a taxa para 15%, informou a mídia local na terça-feira.

O centro comercial de Xangai anunciou na segunda-feira a redução da taxa para compra da primeira casa própria para 20%, e redução da taxa para compra da segunda casa própria para 30% nas áreas suburbanas e para 35% no restante da cidade.

Outros ingredientes para a fabricação de aço na bolsa de Dalian apresentaram comportamentos mistos, com o carvão metalúrgico caindo 1,06% e o coque subindo 0,38%.

“Os fundamentos do aço ficaram mais fracos, com a demanda por vergalhões caindo em um ritmo mais rápido do que o esperado, enquanto a desestocagem de produtos de aço diminuiu”, disseram analistas da Yongan Futures em uma nota.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.