Home Agronegócio Datagro reduz projeção de safra de soja para 146,3 mi t

Datagro reduz projeção de safra de soja para 146,3 mi t

A Datagro também confirmou a retração na área semeada de milho de verão e a tendência de forte recuo na área de inverno 2023/24 no Brasil

por Reuters
0 comentário
Colheitadeira

A safra de soja do Brasil 2023/24 foi estimada nesta quarta-feira em 146,3 milhões de toneladas, de acordo com relatório da consultoria Datagro, que reduziu a sua projeção ante as 147,3 milhões de toneladas vistas anteriormente.

O clima irregular levou a consultoria a cortar mais uma vez a expectativa de produtividade média, de 3.236 kg/hectares apontados em fevereiro para 3.214 kg/ha, 10,5% inferior ao recorde de 3.589 kg/ha da temporada 2022/23.

“E com chances de novas revisões, ainda dependendo das chuvas nesses próximos dois meses”, disse o economista e líder de conteúdo da Datagro Grãos, Flávio Roberto de França Junior, em nota.

Mais de 70% da safra brasileira já foi colhida, segundo analistas.

Caso a previsão seja confirmada, o volume ficaria 8,7% aquém da safra recorde colhida em 2022/23, de 160,2 milhões de toneladas.

A Datagro também confirmou a retração na área semeada de milho de verão e a tendência de forte recuo na área de inverno 2023/24 no Brasil.

“Apesar da redução nos custos de produção, o recuo ocorre pela forte retração nos preços do milho no ano passado, proporcionalmente maior do que na soja, e sinalização de renda apertada/negativa em 2024”, disse França Junior.

O Brasil tem previsão de área para 2023/24 de 20,959 milhões de hectares, 9,4% abaixo dos 23,126 milhões de 2023, e produção potencial agora de 114,917 milhões de toneladas, 15,8% inferior à safra recorde de 2022/23.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.