Home Economia e Política Democratas temem impacto de investigação sobre filho em campanha de Biden

Democratas temem impacto de investigação sobre filho em campanha de Biden

Em julho, Hunter Biden se declarou inocente de acusações por supostamente não ter pago mais de 100 mil dólares em impostos devidos

por Gustavo Kahil
0 comentário

A designação de um procurador especial para investigar Hunter, filho do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, na sexta-feira, jogou uma sombra sobre a campanha do atual mandatário à reeleição.    

A indicação do procurador David Weiss, do estado de Delaware, pode forçar Joe Biden a lidar com manchetes negativas e atrapalhar a narrativa de sua campanha, que gostaria de falar sobre economia e leis durante a disputa presidencial de 2024, quando ele tentará a reeleição.   

“Isso terá um impacto na reeleição. Eles correm o risco de terem notícias contrárias constantemente. Toda vez que alguém aparecer diante do júri ou for intimado, a imprensa fará perguntas. Biden quer falar de economia, armas e segurança nacional, e terá menor abertura para isso”, analisou um experiente membro do Partido Democrata, que não quis se identificar.   

“Os procuradores especiais sempre encontram coisas que não esperavam. O caso Clinton começou com uma investigação sobre imóveis dele (Bill Clinton, ex-presidente dos EUA) e de Hillary, quando ele era governador, e terminou com Monica Lewinsky”, acrescentou.   

Em julho, Hunter Biden se declarou inocente de acusações por supostamente não ter pago mais de 100 mil dólares em impostos devidos com base em uma renda de 1,5 milhão de dólares entre 2017 e 2018. Ele também é acusado de posse ilegal de arma de fogo enquanto usava drogas, o que é crime.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.