Desafio em Ação: Aprenda a investir no Mercado de Ações e ganhe prêmiosComo você sabe, caro leitor, o Dinheirama sempre apóia (e apoiará) iniciativas voltadas para o aprendizado e prática da educação financeira. Temos a alegria de apresentar o Desafio em Ação, um simulador idealizado pela SolutionTech que pretende incentivar o investimento em ações e, ao mesmo tempo, premiar aqueles interessados no assunto. Já pensou aprender a investir na bolsa de valores em um evento que dará R$ 50 mil em prêmios?

A atual volatilidade e as incertezas na economia global costumam provocar um cenário pouco animador para o mercado acionário. O reflexo direto dessa conjuntura é a desaceleração da entrada de novos investidores e o aumento no número de saques, mesmo com o valor da maioria dos papéis em baixa. Para Rogério Thomé, co-idealizador do Desafio em Ação, “os investidores mais inexperientes não podem se deixar levar pelas emoções de momento”. De acordo com Rogério, o medo deve ser combatido com paciência e disciplina, associadas a uma estratégia clara e objetiva:

“Considerando que podemos ganhar em um mercado que sobe ou cai, qualquer momento é ideal para o início dos investimentos. Alguns papéis que estão sendo negociados abaixo de seu valor de mercado passam a informação de que o valor patrimonial de seus ativos é mais valioso que a própria empresa. Nesse caso, em se tratando de uma empresa lucrativa com boas perspectivas para o longo prazo, esse seria o momento ideal para comprá-las”

Thomé salienta, no entanto, que é extremamente importante não concentrar demasiadamente os recursos em investimentos de renda variável e buscar opções também em renda fixa.

Participe do Desafio em Ação
Para auxiliar os iniciantes e inexperientes, a Gomes & Magliano Promoções e Eventos desenvolveu o Desafio em Ação, concurso cultural que distribuirá premiação total de R$ 50 mil aos participantes até 23 de dezembro.

Por que o Desafio em Ação é importante?
O objetivo principal é fazer com que as pessoas passem atuar de forma sólida na Bolsa, descartando a estratégia de vender papéis com ganhos baixos após o investimento inicial e segurar ações que estão com perda acentuada, fator que compromete os ganhos no mercado de renda variável.

Como funciona o Desafio em Ação?
A dinâmica da competição permite que os internautas iniciem com um crédito fictício de R$ 100 mil para compra e venda de ações. Ao fim de cada semana, as carteiras são zeradas e os cinco participantes que apresentarem maior rentabilidade são contemplados com premiações pré-definidas, conforme regulamento no site do concurso.

Rogério explica melhor: “Essa regra propicia o aperfeiçoamento dos participantes. Caso o competidor não obtenha sucesso na semana anterior, ele tem a opção de mudar a estratégia para alcançar resultados melhores. Já aqueles que atingirem resultados positivos podem manter ou testar novas medidas para ainda conseguirem maiores valorizações na carteira”.

O Desafio em Ação acontece em ambiente virtual, podendo também ser realizado via Facebook e nas plataformas iPad, iPhone e Android. As inscrições estão abertas até 12 de dezembro e custam apenas R$ 29,90. Esse valor cai para R$ 19,90 se o interessado indicar 10 amigos no Facebook.

Mais informações podem ser obtidas no site oficial do evento – www.desafioemacao.com.br – ou www.facebook.com/desafioemacao! Participe!

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários