Uma combinação de maior procura por trabalho sem a geração de mais vagas, elevou a taxa de desemprego do país para 11,2% no trimestre encerrado em maio, segundo divulgou o IBGE nesta quarta-feira (29).

O resultado foi bem acima do registrado no mesmo período do ano passado (8,1%). Também renovou o recorde do setor, ao marcar a pior taxa da série histórica da pesquisa iniciada em 2012.

De acordo com o jornal Folha de São Paulo, economistas consultados pela agência internacional Bloomberg, esperavam um aumento maior da taxa de desemprego, para 11,4% no trimestre, considerando a mediana (centro) das projeções.

O país tinha 11,44 milhões de pessoas procurando emprego, sem sucesso, no trimestre encerrado em maio. São 10,3% a mais na comparação com os três meses anteriores e 40,2% maior em relação a um ano antes.

Inflação do aluguel fica acima das expectativas e sobe 1,69%

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), normalmente utilizado para reajustar contratos de aluguel, acelerou de 0,82% em maio para 1,69% em junho, divulgou nesta quarta-feira, 29, a Fundação Getúlio Vargas (FGV). O resultado do IGP-M de junho ficou acima do intervalo das estimativas dos analistas, que apontavam mediana de 1,49%.

A variação acumulada do IGP-M em 12 meses, até junho, é de 12,21%. No ano de 2016, o indicador acumula alta de 5,91%.

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) saltou de 0,98% para 2,21% na passagem de maio para junho. Na mesma base de comparação, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) desacelerou de 0,65% para 0,33%. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) acelerou de 0,19% para 1,52%.

Impasse emperra reforma da previdência

Representantes de empresas e de trabalhadores divergiram “em tudo” na reunião desta terça-feira (28), sobre reforma da Previdência, no Palácio do Planalto. Diante do impasse, e também de números e diagnósticos divergentes que tornaram impossível aprofundar as discussões depois de cinco reuniões, foi adotada a solução clássica: a criação de um grupo de trabalho tripartite para, finalmente, começar a alinhar uma proposta.

“Quando a gente não quer decidir com rapidez se monta um grande colégio. Quando a gente quer mais rapidez, um grupo menor. Fomos para o grupo menor”, explicou o coordenador dos trabalhos, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha.

Para a reunião não passar em branco, o Planalto fez um gesto de boa vontade em direção às centrais sindicais e acatou duas das propostas que elas apresentaram para aumentar as receitas do sistema previdenciário: a venda de imóveis do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), estimados em R$ 1,5 bilhão, e um aperto nas regras de classificação de entidades filantrópicas, cujas isenções tributárias somaram R$ 10,7 bilhões no ano passado.

Mercado Financeiro

A avaliação de boa parte do mercado financeiro quanto a saída do Reino Unido da União Europeia é que as autoridades poderão conter consequências graves na economia da zona do Euro e também ao redor do mundo, ainda assim, os investidores deverão manter a cautela.

No Brasil, as expectativas voltam para o combate à inflação. O Banco Central sinalizou que a taxa de juros pode se manter no atual patamar por um período maior do que o mercado esperava.

O Ibovespa, principal benchmark da Bolsa de Valores de São Paulo, operava as 11h15 em alta de + 1,84% 50.924 pontos. O dólar estava em queda de -1,62%, negociado a R$ 3,25.

Foto: Marcos Santos / USP Imagens / Fotos Públicas

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários