Desoneração: smartphones custarão menos a partir do fim do mêsBoa notícia para os entusiastas de novas tecnologias e inovações no mercado móvel. Na última terça-feira (2), o Ministro das Comunicações Paulo Bernardo assegurou que a presidente Dilma Rousseff assinará a desoneração para smartphones nos próximos dias. Os novos valores passarão a valer a partir do fim do mês.

“Estamos muito satisfeitos. Fizemos a desoneração para a construção de redes de telecomunicações e, nos próximos dias, sai a desoneração dos smartphones”, disse.

Ainda segundo as informações do ministro, o benefício aos smartphones será bastante atraente para o consumidor, pois haverá redução de impostos com a ideia de que os aparelhos tenham um teto de até R$ 1,5 mil. Esse teto possivelmente será para os aparelhos de tecnologia 4G.

O Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Confins) são alguns dos impostos que serão reduzidos. Desde que a presidente Dilma sancionou a Lei nº 12.715, em setembro do ano passado, a desoneração já estava prevista.

A lei instituiu programas de apoio à instalação de redes de banda larga, restabeleceu projetos de inclusão digital em escolas públicas e suspendeu a cobrança de tributos sobre computadores e softwares de uso educacional.

Paulo Bernardo afirmou ainda que o governo brasileiro tem grande interesse no setor de telecomunicações no Brasil. “É um setor que cresceu rápido demais e estamos com problemas de infraestrutura. O 3G cresceu 100% em 2011 e mais 80% no ano passado”, explicou.

A ideia do ministro é fazer um plano de universalização da Internet, com a qualidade que o brasileiro exige. O próprio ministro afirmou que já pediu ao prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, que estudasse a legislação de antenas na cidade, pensando na tecnologia 4G.

O ministro, que esteve na inauguração da nova sede da Telefônica/Vivo em São Paulo, afirmou que o atraso da publicação da medida foi uma exigência do Tribunal de Contas da União (TCU), que estabeleceu novos critérios para liberar cortes nos impostos.

Ele ainda brincou com o atraso na publicação do decreto. “Queríamos aprovar a desoneração desde o segundo semestre de 2012, mas só na quinta-feira passada chegamos a um acordo”, contou.

Por que essa notícia é importante?

No ano passado, as vendas de smartphones no Brasil cresceram 78%, atraindo olhares mais atentos para o setor. Como o próprio Ministro das Comunicações afirmou, o governo sabe desse crescimento e da falta de estrutura para suportar a utilização das redes de telefonia móvel por tantos brasileiros.

A redução de impostos sobre esse tipo de produto também é uma das grandes queixas dos consumidores, sendo que muitas vezes é mais vantajoso adquirir um modelo recém-lançado fora do país.

Aproveitamos o assunto pra convidar a leitura do artigo Galaxy S4 x iPhone 5.

Fontes: Veja | Terra. Foto de freedigitalphotos.net.

Willian Binder
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários