O leitor do Dinheirama sabe o quanto valorizamos empresas que criam e aproveitam oportunidades de desenvolver um trabalho sério e comprometido, mesmo que em alguns momentos precisem bater de frente com setores/entidades importantes que não concordem com suas posições.

Desde o início do ano, estabelecemos uma parceria bastante proveitosa com a Empircus Research. Graças a parceiros como este, o leitor do Dinheirama tem acesso diário a conteúdo de finanças pessoais, economia, empreendedorismo e investimentos sem custo algum.

Ao longo do ano, presenciamos diversas iniciativas da Empiricus, algumas delas polêmicas, mas todas recheadas de conteúdo e opinião. Muita gente percebeu como a informação relevante e as análises sérias fazem grande diferença na hora de tomar as melhores decisões financeiras.

Agora, tive a oportunidade de conversar novamente com o Caio Mesquita, CEO da Empiricus, e discutimos um pouco melhor o futuro e as próximas iniciativas da empresa. Desse papo, você terá a oportunidade de participar gratuitamente de uma grande iniciativa em prol da construção de patrimônio. Acompanhe nossa conversa:

A Empiricus se destacou por suas posições firmes e polêmicas (para alguns) no ano de 2014. Houve resistência, mas muitos passaram a conhecer e admirar a empresa. Pensando no curto prazo, quais os desafios que a Empiricus enxerga para o Brasil?

Caio Mesquita: Os desafios são enormes. Estamos pagando o preço de uma política econômica dominada por um viés populista que não tem lugar no mundo atual. O atual governo chega ao seu primeiro mandato num quadro de estagflação e com as contas públicas completamente desajustadas.

Estamos com um déficit fiscal primário acumulado em 2014 e, salvo um rompante de criatividade contábil do governo no último trimestre, fecharemos com o pior resultado fiscal desde 1997, quando iniciou-se a atual série.

O desafio que se apresenta agora é o de um ajuste profundo e rigoroso, resgatando o equilíbrio fiscal e, com ele, a confiança dos agentes econômicos. O que em já seria uma tarefa árdua para qualquer governo, toma uma dimensão ainda maior neste atual governo, onde a convicção do ajuste não faz parte da orientação econômica de seus principais membros, inclusive da Presidente.

Observamos com certo ceticismo as atuais especulações do mercado, onde alguns já dão como certo um redirecionamento ortodoxo da política econômica. Adoraríamos ser surpreendidos, contudo não estamos convencidos de que o governo estará disposto a implementar os ajustes que se fazem necessários.

Vemos um governo emparedado, apoiando-se uma base de parlamentar “gelatinosa”.  A falta de capacidade de decisão da nossa governante maior é um traço marcante de sua personalidade e, salvo que esteja submetendo-se a um tratamento radical de terapia psicológica, tal incapacidade de solucionar impasses deve continuar travando as ações do Executivo.

Boa parte dos analistas prevê que 2015 será um ano de profundos ajustes. O pequeno investidor nesse contexto deverá buscar quais opções?

C. M.: Dados os desafios que se apresentam para o ano que vem, aconselhamos os nossos clientes a adotarem estratégias defensivas, objetivando a proteção patrimonial.  A relação risco/retorno está pesada no seu numerador e vemos uma assimetria negativa para os tomadores de risco.

Recomendamos investimentos conservadores como notas indexadas à inflação (NTN-Bs) e ativos lastreados em dólar (fundos cambiais). Dentro do universo de ações, estamos dando um peso maior a ações com sólido histórico de dividendos e/ou com receitas em dólares.

Vocês estão preparando o lançamento de um novo projeto, o “Wealth Builders Club”. O que você já pode contar para os nossos leitores?

C. M.: Este é um projeto muito especial para a Empiricus e para sua publicação irmã, o Cartas da Iguatemi. O Wealth Builders Club (WBC) é consolidação de todo o conteúdo de acumulação de riqueza desenvolvido por Mark Ford ao longo de sua vida profissional.

O Mark é um dos principais sócios da Agora Inc, nosso parceiro norte-americano, e uma das maiores autoridades mundiais no tema de acumulação de riqueza. É também uma figura humana fascinante.

Desde o ano passado, estamos trabalhando na adaptação das ideias e conteúdo do WBC para a realidade brasileira.  Temos dois profissionais trabalhando em tempo integral neste processo de “tropicalização” dos temas, sem nunca perder a essência deste trabalho único desenvolvido pelo Mark Ford.

Em maio deste ano abrimos a primeira turma do WBC Brasil e hoje me dá enorme satisfação saber que centenas de pessoas já estão aplicando na prática e se beneficiando das ideias e recomendações que o Clube traz.

A história de vida do Mark Ford é inspiradora. Ele conseguiu, em pouco tempo e com muito trabalho e dedicação, sair de uma situação delicada para tornar-se um dos homens mais ricos do EUA. Como ele conseguiu esse feito?

C. M.: O mais interessante da história do Mark é sua simplicidade. Não há fórmulas mágicas ou “sacadas” de outro mundo. A estratégia que o Mark usou para construir sua própria riqueza, e que ele disponibiliza através do WBC, é baseada justamente em trabalho e disciplina.

Para mim, o mais bacana é a estrutura na qual ele organiza o conteúdo. Tudo é muito prático e feito para ser aplicado de imediato. A partir do estabelecimento de objetivos pessoais de longo prazo (sempre pensando em objetivos financeiros), o membro do Clube vai desenvolvendo seu próprio “mapa de mina”.

Para completar uma maratona, tem-se que correr cada um dos 42 mil e poucos metros. O método do Mark é uma ferramenta poderosa para completar este percurso. Não há, porém, atalhos a serem tomados. Para o conteúdo fazer sentido e cumprir sua missão, são fundamentais tanto a disciplina como o comprometimento à sua execução.

Mark ensina desde como planejar o dia a dia, priorizando o que é realmente importante para a consecução dos objetivos de longo prazo até passo-a-passo de se iniciar um negócio próprio. Para acompanhar tudo isso, é necessária uma disposição enorme de repensar a própria vida. O investimento de energia é grande, mas os benefícios são muito maiores.

Você me contou sobre o curso gratuito com as principais ideias do Mark Ford e também a chance de conhecer um capitulo gratuito do livro mais importante dele sobre criação de patrimônio. Como isso vai funcionar?

C. M.: Antes das pessoas decidirem por entrar no WBC Brasil, queremos oferecer uma pequena degustação.  Faremos quatro dias de treinamento com as ideias para a construção de riqueza. O curso acontecerá entre 10 a 13 de novembro, sendo organizado da seguinte forma:

Nos três primeiros dias, os participantes terão acesso a conteúdos exclusivos sobre novas fontes de renda, investimento em imóveis e gerenciamento de padrão de vida. Chamo atenção a este último tópico, pois foge completamente do que se ouve por aí em cursos de educação financeira.

Nada de cortar o cafezinho na padaria ou abrir mão de férias bacanas por tempo indeterminado. Pelo contrário, Mark ensina como aproveitar a vida, mantendo os prazeres que nos estimulam e recarregam nossas energias, sem comprometer as metas de acumulação patrimonial.

Por fim, na noite do quarto dia, 13 de novembro, faremos um webinar no qual Mark explicará seu sistema para equilíbrio conjunto entre renda, gastos, poupança e investimento.

O conteúdo é extenso e exigirá um grande esforço para ser digerido em quatro dias somente.  Como disse antes, para aproveitar realmente o que estamos oferecendo é necessário disciplina e comprometimento.

Convido a todos os leitores do Dinheirama para matricularem-se neste curso.

Caio, muito obrigado pela sua participação. Por favor deixe uma mensagem final para os leitores do Dinheirama que acompanham o trabalho de toda a equipe da Empiricus.

C. M.: Agradeço mais uma vez ao Dinheirama pela oportunidade de mostrar, mais uma vez, o trabalho que a Empiricus e o Cartas de Iguatemi vem desenvolvendo.  Esperamos que nossas ideias, análises, e recomendações, ajudem os leitores do Dinheirama a enfrentarem os desafios que se apresentam neste momento.

Produzimos conteúdo diário e gratuito sobre investimentos (Empiricus) e sobre educação financeira (Cartas de Iguatemi). Convido a todos a se cadastrarem. Até a próxima.

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários