Home Carreira Dinheirama entrevista: Gustavo Caetano, CEO da Samba Tech

Dinheirama entrevista: Gustavo Caetano, CEO da Samba Tech

por Bruno Biscaia
3 min leitura

Dinheirama entrevista: Gustavo Caetano, CEO da Samba TechCaro leitor, o Dinheirama traz hoje uma entrevista com Gustavo Caetano, eleito o Empreendedor do Ano pela revista Pequenas Empresas Grandes Negócios (Editora Globo) em 2009. Gustavo é formado em Marketing pela ESPM, pós-graduando em Marketing pela London School of Marketing, especialista em inovação pelo MIT, tem passagem pelo Departamento de Marketing da Unimed e atualmente é executivo-chefe (CEO) da Samba Tech.

‚ÄúSem medo de ousar, esse jovem empres√°rio fez da armazenagem e distribui√ß√£o de v√≠deos o carro-chefe de um neg√≥cio milion√°rio‚ÄĚ Revista Pequenas Empresas & Grandes Neg√≥cios, Editora Globo.

Aproveite essa oportunidade e fa√ßa tamb√©m algumas perguntas e direcione seus coment√°rios para o nosso entrevistado de hoje. As melhores quest√Ķes e opini√Ķes deixadas no espa√ßo de coment√°rios ser√£o respondidas e comentadas pelo Gustavo em uma nova entrevista que ser√° publicada em breve. Esse √© o momento de perguntar e, principalmente, de ser ouvido. Tenha uma √≥tima leitura.

Para começar, gostaria de saber como surgiu a ideia de iniciar uma empresa de tecnologia sendo que você tem uma formação bastante focada na área de negócios e marketing. Quais foram as suas dificuldades? Sentia-se plenamente preparado para tocar o negócio?

Gustavo Caetano: A minha formação na área de negócios contribuiu para montar uma empresa focada nas necessidades do mercado[bb]. Aqui no Brasil, as empresas de tecnologia focam inicialmente na tecnologia para depois pensar no problema que ela resolve. A minha ideia foi seguir pelo caminho inverso, o que contribuiu para o rápido crescimento da Samba Tech.

No início da empresa, tínhamos dinheiro suficiente apenas para pagar o necessário, mas sobrava empolgação e motivação. Começamos no segmento de games, representando uma produtora inglesa de jogos para celular, a Brainstorm. Em crescimento, buscamos ampliar os nossos produtos e criamos uma tecnologia para distribuir esses jogos pela Internet.

Entretanto, essa aposta foi um fracasso, pois no Brasil ainda havia o receio de comprar pela web. De √ļtil, aproveitamos essa solu√ß√£o para desenvolver a nossa plataforma de distribui√ß√£o de v√≠deos online, que ditou a nossa √°rea de atua√ß√£o.

Comentários do editor: aposte naquilo que faz e faça com amor e determinação; desista sim de um produto/serviço ou estratégia que não dá certo, mas nunca desista de alcançar objetivos e de realizar sonhos. Tropeços existem e você tem de seguir em frente, sempre.

Todo ano, o Massachusetts Institute of Technology (MIT) escolhe 40 startups do mundo com grande potencial de inovação, visando ajudá-las a se desenvolver e crescer de forma mais rápida e organizada do que os seus competidores locais. Como e por quê vocês foram escolhidos por tal programa? Até que ponto isso foi crucial para que a empresa alcançasse o patamar na qual se encontra?

GC: Fiz um curso de inovação no MIT e, quando estava retornando, comecei a conversar com um senhor no aeroporto de Boston. Ele se mostrou muito interessado no negócio da Samba e, desenvolvendo a conversa, descobri que ele era diretor da universidade. Esse foi o primeiro passo para a Samba ser incluída no programa anual do MIT que acompanha startups.

Foi a partir de uma consultoria com alunos do Instituto que definimos seguir na área de logística digital, focando na distribuição de vídeos online e deixando de vez o negócio de games[bb]. Esse caminho escolhido foi indispensável para o crescimento da Samba e para alcançarmos o patamar em que nos encontramos hoje.

Comentários do editor: buscar novos conhecimentos é fundamental; ser gentil e saber se comunicar, mais ainda; nenhum empreendedor vive sem networking, mas um networking que não chateia nem a você e nem a outras pessoas; cerque-se sempre de pessoas inteligentes e dispostas a apoiá-lo dando ideias e alimentando um papo sobre o seu negócio.

Qual o maior desafio pessoal que você enfrentou em sua jornada à frente da Samba Tech?

GC: O meu grande desafio foi perceber as oportunidades e entender em quais nichos de mercado a Samba poderia atuar. Era preciso enxergar onde as grandes empresas n√£o conseguiriam alcan√ßar. Com nichos espec√≠ficos, foi poss√≠vel nos especializar e oferecer as melhores solu√ß√Ķes para os clientes. Competir com grandes empresas exige intelig√™ncia e velocidade. Fomos r√°pidos ao criarmos uma plataforma √ļnica e inteligente para abordar nichos estrat√©gicos de mercado.

Um outro grande desafio foi a busca de capital de risco para a empresa. Nos aproximamos da FIR Capital em 2006 e fechamos um acordo no final de 2008. Foi um per√≠odo de muito trabalho e muito estresse. Mas, no final deu tudo certo. Conseguimos R$ 5 milh√Ķes de investimento, o que foi primordial para o crescimento explosivo da empresa.

Comentários do editor: entenda ao máximo o mercado em que atua; seja diferente e não mais uma empresa pequena que copia os métodos e produtos das grandes empresas; é mais inteligente ir atrás de um nicho que ainda não está sendo bem explorado pelas grandes empresas do mercado.

A equipe Dinheirama agradece a disponibilidade e o apoio do Gustavo Caetano. Como j√° adiantei, faremos mais uma rodada de perguntas, mas agora quem faz a entrevista √© voc√™. Escreva sua pergunta (d√ļvida, curiosidade etc.) aqui no espa√ßo de coment√°rios. Escolheremos as melhores e o Gustavo ir√° respond√™-las em um novo artigo. Conhe√ßa melhor seu trabalho atrav√©s do www.sambatech.com.br ou siga-o no Twitter: @gustavocaetano

Aproveite esse momento para aprender com quem já passou por muitas das dificuldades, as superou e está em um caminho de sucesso[bb]. Ficamos aguardando o seu comentário. Um abraço e um muito obrigado pela atenção.

Crédito da foto: divulgação.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.