Todos nós sabemos que dinheiro é bom e importante para nossas vidas. Porém, na busca por este recurso, é comum ver pessoas se desequilibrando em outras esferas da vida, terminando por se perderem neste caminho desafiador da busca pela sua independência financeira.

Para explorar mais a relação entre dinheiro e equilíbrio, conversei com Luiz Fernando Roxo, Economista e Sócio CEO da ZenEconomics. Roxo atua no mercado financeiro há 19 anos e trabalhou em algumas das maiores instituições do país.

Roxo é Gestor de Carteira de Investimentos e autorizado pela CVM, além de ser especialista em softwares quantitativos. Escreveu os livros “Comprando ações e vendendo opções” e “Benjamin e o poder do tempo”, e ministra palestras e cursos sobre investimentos há pelo menos 15 anos.

Confira a seguir minha entrevista com o Roxo, e logo em seguida um vídeo com a extensão do assunto, que foi gravado no escritório da ZenEconomics, com a participação do André Massaro, que é Educador Financeiro, Escritor, Palestrante e Autor, ao meu lado, do best-seller “Dinheiro é um Santo Remédio”.

Roxo, o que é o ZenEconomics e qual sua filosofia?

Luiz Fernando Roxo: ZenEconomics é um modelo teórico que explica quais os recursos que nos cercam, como funcionam e se relacionam, e como gerenciá-los de modo que tenhamos uma boa vida hoje e garantia de que teremos recursos para ter uma boa vida no futuro também.

Nossa filosofia é que na vida estamos gerenciando recursos o tempo todo, escolhendo onde focar nossa energia; quanto melhor soubermos geri-los, mais interessantes e ricos em recursos seremos.

Quais são os pilares que fundamentam a metodologia ZenEconomics?

L. F. R.: Escolhemos dividir os recursos ao nosso redor em cinco: o dinheiro, a saúde, o conhecimento, o tempo e o quinto recurso, que tem a ver com as emoções.

Acreditamos que a falta de um deles inviabiliza uma vida plena e que então devemos balanceá-los, trocando de maneira oportuna os recursos que temos de sobra por aqueles que nos faltam, atingindo o que chamamos de equilíbrio dinâmico.

Bem interessante a ideia do balanceamento dos recursos, mas como podemos utilizar isso na prática?

L. F. R.: Já fazemos isso o tempo todo de modo intuitivo. A nossa missão é ensinar as pessoas a fazer isso de melhor. Para isso, vamos ensinar a usar nosso modelo e apresentar um plano de evolução focado na prática, nas boas decisões e na mudança dos hábitos.

Muita gente já mudou de vida com o nosso sistema de educação, que se adapta aos interesses do aluno e possui conteúdo contínuo e direcionado às suas maiores deficiências.

A metodologia do ZenEconomics contempla um trabalho de continuidade, ou seja, algo que deve ser feito de forma constante e que evolui. Explique melhor como é estruturado o sistema de faixas.

L. F. R.: O Curso que estamos lançando é a parte de entrada para a nossa comunidade. O aluno inicia na faixa branca e termina tornando-se faixa preta em Zeneconomia – um modelo divertido de motivar as pessoas a evoluírem e tomarem o controle de suas vidas.

Seguindo nosso plano e assistindo nossos cursos, o aluno aprenderá a lidar melhor com os próprios recursos, a criá-los e a controlar suas emoções diante de importantes decisões de consumo e investimentos. Assim, logo ele estará preparado e confiante para se libertar e atingir sua independência financeira.

Vocês estão lançando um curso online que aborda todos estes fundamentos. Quando ele será lançado e como vai funcionar?

L. F. R.: Iremos lançar o treinamento em poucos dias. No dia do lançamento, ministraremos um evento ao vivo e gratuito para explicar toda nossa filosofia e apresentar nossa proposta. Para se cadastrar no evento basta clicar aqui.

Gostaria de deixar uma mensagem final aos nossos leitores? O projeto é fantástico e com certeza transformará a vida de muitos brasileiros.

L. F. R.: Gostaria de convidar a todos a visitar nosso portal (clique aqui) para conhecer a nossa proposta e o nosso curso. É bem provável que ele seja a força que faltava para a grande virada na vida de muitas pessoas, assim como foi para nós.

Economizei um pouco nas palavras escritas, porque gravamos um excelente vídeo (este bem mais longo) sobre tudo isso. Assista abaixo:

Até a próxima! Obrigado.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários