Home Mercados Dinheirama Entrevista: M√īnica Saccarelli, Diretora do Home Broker Rico.com.vc

Dinheirama Entrevista: M√īnica Saccarelli, Diretora do Home Broker Rico.com.vc

por Conrado Navarro
0 coment√°rio

Dinheirama Entrevista: M√īnica Saccarelli, Diretora do Home Broker Rico.com.vcDurante todos esses anos √† frente do Dinheirama, sempre fiz quest√£o de reconhecer como nosso pa√≠s melhorou em rela√ß√£o √†s alternativas de investimentos dispon√≠veis para a popula√ß√£o. Uma das alternativas que me agrada muito s√£o os t√≠tulos p√ļblicos, que hoje est√£o acess√≠veis via corretoras e Internet a partir de valores bem baixos.

Para falar mais sobre o Tesouro Direto, decidi conversar novamente com M√īnica Saccarelli, Diretora do Rico.com.vc, home broker da Octo Investimentos, onde √© respons√°vel pelo relacionamento com o mercado e gerenciamento das √°reas comercial, marketing, atendimento e tecnologia.

M√īnica iniciou sua carreira na Bovespa e passou por empresas como AT&T Broadband (em S√£o Francisco, EUA), Conc√≥rdia Corretora de Valores e Link Investimentos, onde ocupava o cargo de Gerente Geral de Varejo at√© a cria√ß√£o do Rico, quando assumiu o cargo de dire√ß√£o.

Com 13 anos de experi√™ncia no mercado financeiro, M√īnica Saccarelli √© graduada em Rela√ß√Ķes P√ļblicas pela FAAP (Faculdade Armando √Ālvares Penteado), possui p√≥s-gradua√ß√£o em Comunica√ß√£o Empresarial pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) e especializa√ß√£o em Marketing pela University of California, de Berkeley, EUA.

Acompanhe nossa conversa:

M√īnica, uma d√ļvida bastante frequente de nossos leitores diz respeito √† correta aloca√ß√£o de recursos em um plano de investimento focado em qualidade de vida. O brasileiro ainda poupa pouco, mas o faz de forma correta? Como deve ser a estrat√©gia de investimentos do pequeno investidor?

M√īnica Saccarelli: A melhor maneira de se juntar dinheiro para ter uma boa qualidade de vida √©, em primeiro lugar, conhecer seu perfil de investidor. Em seguida, √© imprescind√≠vel realizar um planejamento financeiro para, com ele, se programar para investir. Quando falo em programar, quero dizer: √© importante que o comprometimento de investir todo m√™s seja o mesmo de pagar uma conta qualquer.

Ao optar pelo investimento, o investidor precisa entender suas caracter√≠sticas de risco, retorno, precifica√ß√£o e liquida√ß√£o. Voc√™s promovem palestras, mant√©m artigos e muito material de educa√ß√£o financeira neste sentido. Quais s√£o as principais d√ļvidas?

M. S.: A principal d√ļvida √© em que e como investir. Para come√ßar, √© preciso entender e buscar informa√ß√£o tanto sobre o tipo do investimento como tamb√©m conhecer a empresa em que pretende investir (no caso do mercado de a√ß√Ķes).

No Rico.com.vc temos um programa educacional para todos os n√≠veis de conhecimento e especialistas √† disposi√ß√£o para ajudar a tomar a melhor decis√£o na hora de investir. Al√©m disso, tamb√©m oferecemos cursos e palestras gratuitas (presenciais e online), chats di√°rios, f√≥rum e o Trade ao Vivo, que s√£o salas de opera√ß√Ķes virtuais sobre diversos temas, com especialistas que orientam o investidor durante todo o preg√£o.

Uma das modalidades que tem atra√≠do muitos investidores √© o Tesouro Direto. O home broker Rico.com.vc oferece essa possibilidade aos seus investidores? A possibilidade de investir em t√≠tulos p√ļblicos diretamente, sem interfer√™ncia dos bancos de varejo, traduz-se em vantagem no retorno? O que muda em rela√ß√£o aos fundos de renda fixa tradicionais?

M. S.: Sim, o Tesouro Direto é uma boa opção em termos de rentabilidade e é possível comprar e vender títulos do tesouro no Home Broker de forma simples. O investidor tem a possibilidade de diversificar os investimentos obtendo variadas rentabilidades, com títulos pré e pós-fixados, considerados de baixo risco pelo mercado financeiro, pois são garantidos pelo Tesouro Nacional.

Muitos fundos de renda fixa investem grande parte do patrim√īnio em t√≠tulos p√ļblicos. A vantagem de investir no Tesouro Direto, al√©m das j√° citadas, √© que voc√™ escolhe o t√≠tulo que mais atende ao seu perfil e objetivo naquele momento, tem liberdade para definir o quanto quer investir e pode vender e comprar quando achar melhor. Al√©m disso, a taxa administrativa geralmente √© mais baixa – e √© sempre importante calcular o custo administrativo, que impacta na rentabilidade.

Ainda sobre o Tesouro Direto, √© comum recebermos d√ļvidas sobre os t√≠tulos dispon√≠veis e como optar por aqueles que melhor se ad√©quam ao perfil do investidor. Voc√™ pode falar brevemente das op√ß√Ķes e suas caracter√≠sticas principais?

M. S.: O site do Tesouro Direto oferece um teste gratuito para identificar qual é o título mais indicado para o investidor. Os títulos estão divididos em pré e pós-fixados. Os títulos pré-fixados possuem rentabilidade definida no momento da compra. A rentabilidade somente é garantida caso o investidor mantenha o papel até o vencimento. As duas modalidades são:

  • LTN – Letras do Tesouro Nacional: t√≠tulos com rentabilidade definida (taxa fixa) no momento da compra. Voc√™ sabe antes quanto vai ganhar e o pagamento √© feito no vencimento;
  • NTN-F – Nota do Tesouro Nacional – s√©rie F: a rentabilidade √© prefixada, definida no momento da compra e o pagamento dos juros √© feito semestralmente. O principal √© devolvido no vencimento.

Os títulos pós-fixados são aqueles cujo valor total da rentabilidade é definido no final da aplicação. Isso ocorre porque o rendimento é determinado pela variação de certos índices e da taxa de juros determinada no início. As modalidades são:

  • LFT – Letras Financeiras do Tesouro: t√≠tulos com rentabilidade di√°ria vinculada √† taxa de juros b√°sica da economia (taxa m√©dia das opera√ß√Ķes di√°rias com t√≠tulos p√ļblicos registrados no sistema SELIC). O pagamento √© no vencimento;
  • NTN-C – Notas do Tesouro Nacional – s√©rie C: t√≠tulos com rentabilidade vinculada √† varia√ß√£o do IGP-M, acrescida de juros definidos no momento da compra. Forma de Pagamento: semestralmente (juros) e no vencimento (principal);
  • NTN-B – Nota do Tesouro Nacional – s√©rie B: t√≠tulo com rentabilidade vinculada √† varia√ß√£o do IPCA, acrescida de juros definidos no momento da compra. Forma de Pagamento: semestralmente (juros) e no vencimento (principal). No caso da NTN-B Principal, n√£o h√° pagamentos de cupom de juros semestralmente.

O que o investidor deve ter em mente em rela√ß√£o ao risco das aplica√ß√Ķes no Tesouro Direto? Comprar t√≠tulos p√ļblicos diretamente √© mais seguro que atrav√©s de fundos ou produtos especializados?

M. S.: Em primeiro lugar, √© preciso saber o que s√£o t√≠tulos p√ļbicos e entender que comprar t√≠tulos √© emprestar dinheiro ao governo. O ideal √© investir um dinheiro que n√£o ser√° usado em emerg√™ncias, pois o resgate n√£o √© autom√°tico. Os t√≠tulos s√£o investimentos de baixo risco, pois quem √© o credor √© o Governo.

Caso o investidor queira vender o t√≠tulo antes do vencimento, o valor resgatado estar√° sujeito ao valor de mercado naquele momento. Esse valor pode ser menor ou maior do que ele investiu. Comprar t√≠tulos p√ļblicos diretamente do Tesouro Direto √© vantajoso porque o investidor escolhe o t√≠tulo de acordo com seu objetivo, equanto que ao comprar atrav√©s de fundos ele n√£o sabe em que t√≠tulos o gestor investe, al√©m do que algumas vezes as taxas administrativas n√£o s√£o atrativas, podendo depender do valor aplicado.

O processo de negocia√ß√£o dos t√≠tulos p√ļblicos envolve custos e tarifas menores que aqueles encontrados em fundos de investimento tradicionais? Voc√™ poderia descrever os gastos que envolver√£o o investidor ao optar pelo Tesouro Direto? Como fica a quest√£o do Imposto de Renda?

M. S.: Sim, visto que o investidor pagar√° somente as taxas da CBLC e comiss√£o da corretora. Para investir em Tesouro Direto no Rico, os custos s√£o: 0,10% de emolumentos (no ato da opera√ß√£o), 0,3% ao ano de taxa de cust√≥dia (CBLC) e 0,2% ao ano de comiss√£o da corretora. Temos uma p√°gina que detalha e tira as principais d√ļvidas sobre Tesouro Direto.

Qual seria a maneira mais adequada de criar uma carteira composta de t√≠tulos p√ļblicos (pap√©is de baixo risco) e a√ß√Ķes (ativos de alto risco)? Quanto investir, como gerenciar e definir prazos para o retorno?

M. S.: Para estruturar uma carteira de investimentos, devem-se considerar sempre os objetivos, as necessidades no curto e longo prazo e a toler√Ęncia ao risco de cada investidor. Diversificar os investimentos diminui os riscos de perdas: se uma aplica√ß√£o n√£o vai bem, outra pode compensar.

A forma como cada investidor aplica seu dinheiro em diferentes modalidades de investimento varia com o perfil de cada um e a corretora ajuda a identificar esse perfil ‚Äď que √© fundamental ser conhecido.

A partir da√≠, o investidor pode tra√ßar objetivos e criar sua estrat√©gia de investimentos observando os prazos desejados (curto, m√©dio e longo prazo). Refor√ßo que as decis√Ķes de investimento precisam levar em conta o perfil do investidor, sua avers√£o ao risco e suas metas.

Por fim, é importante que a carteira seja composta por investimentos que ofereçam boa liquidez e baixo risco, como é o caso do Tesouro Direto. Portanto, títulos federais também podem ter papel fundamental em seu portfólio.

M√īnica, obrigado pela disponibilidade em nos atender. Por favor, deixe um recado final para o leitor interessado em investir mais e melhor.

M. S.: Obrigado a vocês pelo espaço. Para o leitor interessado em nos conhecer, basta acessar www.rico.com.vc. Para finalizar, vou deixar cinco dicas para quem quer começar a investir:

  1. N√£o tenha medo;
  2. Invista em conhecimento: busque informa√ß√Ķes em fontes diversas para tomar decis√Ķes com embasamento. Acesse o site da correta e confira o que dizem seus analistas, acesse canais espec√≠ficos sobre finan√ßas e investimentos, leia jornais, dedique algum tempo para freq√ľentar cursos e palestras sobre o tema e procure conhecer a empresa que voc√™ investe, caso queira investir em a√ß√Ķes;
  3. Tenha um objetivo: saiba onde quer chegar e em quanto tempo;
  4. Conhe√ßa seu perfil, sua toler√Ęncia ao risco e respeite seus limites;
  5. Invista.

Crédito da foto: divulgação.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.