Dinheirama Entrevista: Paulo Schiavon, Diretor do VivaRealMuitos leitores enviam comentários relacionados ao fato de o Brasil chamar tanta atenção. Questões que envolvem a solidez de nossa economia, os eventos esportivos que se avizinham (Copa e Olimpíadas), a realidade do mercado sob a ótica do investidor e as histórias de empresas de sucesso são frequentes. É fato que o Brasil tem hoje negócios muito interessantes, inclusive capazes de fazer sucesso fora daqui.

É este o caso do VivaReal, um portal imobiliário voltado para anúncios de venda e locação de imóveis em toda a América Latina e mercado hispânico norte-americano. O VivaReal brasileiro compõe a rede internacional de portais imobiliários que iniciaram suas operações, em 2007, nos Estados Unidos. O site tem mais de 500 mil imóveis em suas ofertas e mais de dois milhões de visitas por mês.

Conversamos com Paulo Schiavon, Diretor de Marketing do VivaReal, portal imobiliário com ofertas em mais de 20 países nas Américas e Caribe, palestrante e professor de Marketing Digital. É Bacharel em Tecnologia e Mídias Digitais, com especialização em Arte e Tecnologia pela PUC-SP, pós-graduado em Gestão Empresarial e Inovação pela ESPM, com extensões nas áreas de Gestão de Projetos e Gestão do Conhecimento.

Paulo – @pauloschiavon – atua nas áreas de Comunicação e Marketing Digital desde 1998 e há cinco anos colabora com empresas no segmento imobiliário. Já atuou em empresas como Tecnisa, Gafisa, SOCOG (Comitê Olímpico organizador das Olimpíadas de Sydney/Austrália), Loducca Publicidade, entre outras.

Veja como foi nosso papo:

Nos últimos anos, o mercado brasileiro de imóveis se desenvolveu bastante, apoiado no crescimento da renda do brasileiro e na facilidade do acesso ao crédito. A perspectiva de crescimento do país continua positiva no curto e médio prazo e a redução dos juros para consumidor parece garantir a procura por imóveis. Como o VivaReal encara esse momento do Brasil e qual a perspectiva de crescimento do portal para os próximos anos?

Paulo Schiavon: O momento pelo qual o Brasil passa em sua economia, e por consequência no mercado imobiliário, é muito positivo e talvez único por algumas décadas. Entramos em um ciclo vigoroso, com um mercado interno crescente e forte, baixo desemprego, baixo juros, além de hospedarmos nos próximos anos os dois maiores eventos esportivos mundiais.

Todos esses fatores criam oportunidades indiscutíveis em diversas áreas de negócios e o VivaReal busca expandir sua posição e se consolidar como maior e melhor portal imobiliário em um segmento ainda em desenvolvimento. O país já possui exemplos regionais de projetos que prosperaram, mas o VivaReal quer prosperar em todo o Brasil, respeitando suas complexidades e diferenças regionais através de um posicionamento ousado e inovador.

Estamos trilhando um caminho que nunca foi trilhado, por isso o crescimento deve ser intenso em todos os aspectos, sejam eles financeiros, em audiência ou em volume de negócios. Consideramos um crescimento contínuo na casa dos dois ou três dígitos nos próximos anos, mas é difícil precisar ainda.

Falando ainda sobre o crescimento do país, alguns dados interessantes foram recentemente divulgados. Por exemplo, fica clara a migração internacional, em que profissionais começam a enxergar no Brasil um país de oportunidades para desenvolvimento de carreira. No primeiro trimestre de 2012, o VivaReal brasileiro recebeu acessos de 174 países, segundo você nos contou. Esse dado mostra que o Brasil efetivamente entrou no mapa mundial de oportunidades como um destino interessante?

P. S.: Sem dúvidas. O Brasil é a “bola da vez” e é comum ouvir dos principais executivos de grandes empresas que não há melhor lugar no mundo para se estar e fazer negócios nessa década. A busca por imóveis e oportunidades de trabalho por pessoas de todo o mundo vêm se intensificando, especialmente nos últimos dois ou três anos – e esse movimento trará grandes ganhos para a economia local.

O mercado imobiliário, por sua representatividade e importância, acaba sendo um dos setores mais beneficiados por essa nova dinâmica de negócios. Os ganhos acontecem rapidamente em toda a cadeia que depende dessa indústria, como serviços especializados, móveis, insumos e outros tipos de fornecedores posicionados acima ou abaixo na cadeia da construção civil.

Vivemos na era da informação e da tecnologia. Dados recentes mostram o expressivo crescimento dos aparelhos celulares, uma boa parte deles os smartphones. O VivaReal acaba de lançar uma versão móvel do site, seguindo essa tendência. Nós também queremos aperfeiçoar nossas ferramentas mobile, então seria muito legal contar com seus comentários a esse respeito.

P. S.: O VivaReal vai sempre estar onde o consumidor estiver nos meios digitais, unindo anunciantes a clientes de maneira direta, não importa a tela. A versão móvel de nosso site é o primeiro passo por ser a plataforma mais versátil, colocando cerca de 400 mil ofertas de imóveis na mão de aproximadamente 30 milhões de usuários de internet móvel no país.

O site reconhece a localização do usuário, preenchendo automaticamente certos campos de busca, oferece as fichas completas dos imóveis, opções de contato direto com os anunciantes, permite o compartilhamento dos imóveis via redes sociais, além de filtros para segmentação de resultados, entre outros recursos.

Certamente é a melhor e mais completa experiência de busca por imóveis em smartphones disponível no Brasil atualmente. Para acessá-lo, basta digitar vivareal.com.br diretamente no navegador Internet do seu smartphone. E parabéns por levarem a educação financeira de forma tão responsável a milhões de brasileiros, isso é fundamental para que bons negócios sejam realizados.

Acreditamos que não se pode desprezar o poder das redes sociais nesse “admirável mundo novo”. A interação entre usuário e empresa tem papel importante na estratégia de vocês? Nossos leitores, empreendedores ou não, devem prestar atenção nisso?

P. S.: Sim, sem dúvida! O VivaReal já tem presença oficial em 14 redes sociais, pelo qual nossos usuários podem se relacionar com a marca. No nosso caso, que pode servir de exemplo, nossos serviços permitem o compartilhamento de imóveis pelas três principais redes da atualidade: Facebook, Twitter e Google+.

Com isso, já temos a presença mais completa do setor, porém estamos ampliando significativamente o aspecto ‘social’ de nossos produtos e serviços para anunciantes e usuários nos próximos meses. Devemos lançar novos serviços exclusivos integrados com as redes sociais, recursos inéditos no Brasil que ainda não podemos divulgar.

Recentemente, o VivaReal recebeu investimentos dos fundos Monashees e Kaszek. A partir desse novo degrau alcançado, é correto afirmar que a empresa aumentará seu quadro de colaboradores e continuará investindo pesado em criar mecanismos inovadores de busca de imóveis?

P. S.: Sim, vamos ser o maior e melhor portal imobiliário do Brasil. Para uma empresa de publicidade e serviços como a nossa, pessoas e tecnologia são as bases desse objetivo. Acreditamos que serviços prestados com qualidade e uma equipe realmente apaixonada podem fazer a diferença. E, claro, chamar atenção, despertando interesse de investidores e parceiros.

Queremos transformar a busca por imóveis no país, oferecendo o portal mais completo e simples do mercado, com ferramentas poderosas e muito conteúdo onde o usuário estiver, seja na tela do computador no trabalho, na comodidade de sua casa com um tablet no fim do dia ou em um smartphone durante o trânsito.

Agradecemos a oportunidade de conversar. Peço que deixe uma mensagem para os leitores do Dinheirama.

P. S.: É sempre um prazer participar de uma conversa agradável com profissionais e leitores inteligentes e experientes como os do Dinheirama. Parabéns por insistirem tanto na educação financeira dos brasileiros. Aproveito para convidar os leitores a experimentarem nossos serviços. Basta acessar www.vivareal.com.br. Até a próxima.

Foto: divulgação.

Avatar
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários