Em 2007, quando começamos a escrever sobre educação financeira, a nossa expectativa era tornar o tema acessível ao maior número de pessoas.

Naquela época, o país experimentava uma realidade muito diferente da atual. O crescimento econômico e o acesso ao crédito moviam o mercado nacional.

Aliás, o crédito facilitado foi um desafio para muita gente, que terminou colocando a vida financeira em perigo.

Naquele período também surgiam e se popularizavam uma série de produtos de investimento, que começaram a se tornar opções à caderneta de poupança.

Quase dez anos e muitas novidades!

Ebook gratuito recomendado: Ter uma Vida Rica Só Depende de Você

Desde o início a receptividade dos leitores foi enorme

O cuidado com o leitor e a nossa pré-disposição em manter um canal sempre aberto foram grandes diferenciais.

Aos poucos os parceiros começaram a acreditar no potencial do site, e graças a eles, conseguimos crescer e começar a oferecer mais conteúdo, como vídeos, podcasts, livros e eBooks.

Fomos expectadores privilegiados da transformação do país e do nascimento de uma nova geração, que passou a receber as informações de forma mais dinâmica, sem depender da mídia tradicional.

As pessoas passaram a aderir às redes sociais, aos blogs, e às novas experiências.

Canal de vídeos recomendados: TV Dinheirama

O Blog mais influente do país

Em meados de 2008 uma pesquisa contratada por instituições financeiras, divulgada pelo IBOPE inteligência, apontou o Dinheirama como o Blog mais influente sobre o tema do país.

Quando comparamos nossa audiência com os grandes portais, nossos leitores são bem menores. Ainda assim, para o público do nosso nicho, conseguimos manter grande visibilidade e principalmente conseguimos conquistar a confiança dessas pessoas.

Em outubro de 2016, o blog Abacus Liquid, conduziu um levantamento sobre os 64 sites de finanças que devem ser conhecidos por todos, segundo o autor da matéria.

Metodologia utilizada

Para oferecer aos leitores um levantamento metódico, o autor do Blog utilizou algumas ferramentas e softwares. Acompanhe suas palavras:

“Para realizar este estudo utilizei a ferramenta de mapeamento de inter-relacionamentos entre sites chamada IssueCrawler e desenvolvida pelo Digital Methods Initiative, um grupo de pesquisa da Universidade de Amsterdam.

O DMI é responsável por muito do que há de melhor em pensamento e atuação sobre métodos digitais de pesquisa no mundo atualmente.

A IssueCrawler é uma das principais ferramentas desenvolvidas pelo grupo, permitindo mapear redes de sites listados pelo usuário com a técnica de snowballing (até 3 graus de profundidade).

Para o rankeamento dos sites utilizei o serviço Alexa da Amazon, que mede e registra quantos usuários de internet visitam um determinado site. Com o Alexa é possível saber o nível de acessos que um site tem e sua posição (ranking) no mundo e no país de origem.

É importante salientar que os dados são obtidos por amostragem e aproximação, não podendo ser considerados fonte 100%, principalmente nos casos de sites menores ou locais”.

Entre os sites, de acordo com o levantamento, o Dinheirama foi apontado como o mais popular!

Dinheirama: o site mais popular sobre educação financeira

Gratidão

Recebemos o resultado do levantamento com o sentimento de missão cumprida, e com o desejo renovado de continuar em frente.

Convidamos aos leitores para conhecerem o levantamento, e também para que passem a acompanhar de perto alguns dos sites apontados pela matéria.

Educação financeira é superação e comprometimento. Nosso desejo é ajudar cada vez mais pessoas a alcançarem seus objetivos nesta área. Abraços e até a próxima!

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários