Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top 4 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Vitória na vida: quando trabalhar é algo mais valioso do que dinheiro

Começo este artigo reforçando algo: eu sou realmente apaixonado pelo empreendedorismo, assim como sou com as finanças pessoais. Na verdade, eu gosto de outras coisas também (leitura e esportes, por exemplo), mas vamos ao “X” da questão: sim, eu realmente acredito que devemos fazer aquilo que amamos.

Clique aqui para ler o post completo

Vida e finanças: Por que é preciso considerar que tudo é relativo?

Quanto você pagaria por um pedaço de torta de chocolate? E para encher o tanque de gasolina? Nestas últimas semanas, acabei descobrindo que estaria disposta a pagar muito mais do que faria em uma situação “normal”, digamos assim, dentro do que estou acostumada. E você? Quanto pagaria? Desta vez vamos falar sobre como o valor que damos a alguma coisa pode estar atrelado a tantas outras e, às vezes, basta mudar de cenário ou situação para nos darmos conta disso. Vamos lá?

Nas duas últimas semanas tive a oportunidade de sair um pouco da rotina. Sabendo que iria para a Argentina, fiz algumas aulas de espanhol pela internet para destravar a língua e relembrar um pouco. Algumas delas foram com um venezuelano jornalista de formação, mas professor de espanhol por necessidade. Também achei que seria uma oportunidade de entender melhor a realidade em que aquele país se encontra hoje.

Clique aqui para ler o post completo

Feedback: porque é tão importante dar e receber? Inclusive nas finanças

Experimente fazer uma experiência: escolha três pessoas próximas a você – pode ser uma que faça parte da família, outra que seja da equipe de trabalho, e outra que você encontre eventualmente em algum curso, academia ou algo do tipo.

Depois pergunte individualmente a cada uma como ela te descreveria e se poderia listar três pontos positivos e três pontos a melhorar. Diga que é muito importante que seja verdadeira e procure ouvi-la cuidadosamente. Como você tenderia a receber os pontos positivos? E os negativos?

Pois bem, estamos falando informalmente de feedback. O quanto você sabe dar ou receber, caro leitor?

Clique aqui para ler o post completo

Na hora do caos é importante manter a cabeça fria

Nesse momento de constrangimento dos mercados de renda variável em todo o mundo, urge que os investidores tenham cabeça fria. Mas reconhecemos que se torna quase impossível para quem estava alavancado em posições compradas, principalmente em Petrobras que liderou perdas.

Resumimos que é preciso ter critério até para as quedas do mercado. É fato que a situação local e internacional piorou bastante nos últimos tempos, começando pela imposição de sobretaxas nas importações americanas para diferentes países, e especialmente para a China que mantém superávit histórico contra os EUA. Mas Donald Trump foi mais além e incorporou problema com a União Europeia, México e Canadá, via renegociações dos acordos do NAFTA.

Problemas ainda com sanções impostas ao Irã com a detonação do acordo nuclear e rusgas com aliados históricos da Europa por conta disso. Sanções contra a Venezuela e Rússia. Ou seja, muitas frentes de batalha no plano geopolítico, sem falar no “adiamento” (ou suspensão do encontro de cúpula com o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-Um), cuja liderança militar do país desembarca nos EUA para tentar resgatar a reunião.

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários