Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Status: uma praga que pode destruir sua vida financeira

Um dos principais desafios de quem busca alcançar a independência financeira através da educação financeira é controlar o ímpeto de consumo imediato.

Na prática, a coragem traduz-se justamente na ideia de abrir mão do bem que se quer muito agora para tê-lo de forma planejada no futuro, juntando e aos poucos criando fundos de acordo com o que seu bolso atualmente permite.

Infelizmente, o apelo ao consumo imediato parece ser uma verdadeira tortura e hoje em dia e é uma das principais causa do endividamento das pessoas.

Clique aqui para ler o post completo

Notícias! Você, escravo daquilo que assiste, ouve e lê

Somos o que pensamos e também tudo aquilo de que nos alimentamos, sejam alimentos para o corpo, sejam alimentos para a alma ou para a mente. Escolher tudo que nos alimenta é algo muito individual, porém, extremamente necessário para que consigamos a energia necessária para conquistar tudo que queremos.

Desta vez vamos refletir um pouco sobre as notícias que têm nos alimentado: Que tipo de conteúdo consumimos? Quanto tempo passamos em sites de entretenimento inútil? Estamos alimentando nossas mentes com notícias que acrescentam ou apenas nos sugam? Está na hora de parar e pensar nisso, pois pode fazer grande diferença nos próximos dias!

Clique aqui para ler o post completo

Se você não mudar, vai continuar pobre, reclamão e parado no tempo

Na última semana tive a oportunidade de rever alguns amigos de infância, infelizmente com alguns deles já não tinha mais contato e foi muito agradável reencontrá-los e compartilhar um pouco do que havia acontecido durante tanto tempo.

Fiquei muito feliz no decorrer do bate papo porque alguns conheciam o meu trabalho aqui no Dinheirama, diziam o quanto é importante, mas mesmo com a leitura de muitos artigos se diziam angustiados porque não conseguiam “ficar de bem” com o dinheiro, no final do mês a conta não fechava.

Durante os 10 anos que estamos aqui, escrevendo e compartilhando experiências no Dinheirama um dos pontos que mais me chamou a atenção é justamente a forma como muitos ainda encaram as finanças sem nenhum tipo de controle e na base do improviso. Nesses casos a consequência é muito simples: gastam mais do que ganham.

Clique aqui para ler o post completo

Objetivos, por que é tão difícil fazer o certo para ficar rico?

Já escrevi por aqui muitas vezes sobre planejamento e estratégias para alcançar um objetivo e aproveitar determinadas oportunidades, você se lembra? Pois é, estou definitivamente convencido de que esta é a única maneira de passar por momentos de crise sem “grandes” sobressaltos. Planejar e é preciso!

Ok, acho que de certa forma todos concordamos com essa afirmação. Mas, além da falta de planejamento, o que, por si só, já dá calafrios, muitos partem para a ação sem ao menos ter um objetivo financeiro claramente estipulado. Nem sequer sabem defini-los ou trabalhar seus prazos e necessidades.

Clique aqui para ler o post completo

Compras online: Não esqueça de consumir com moderação

Outro dia uma amiga me contou que o pai começou a comprar em um site que vende produtos importados da China. Disse que ele iniciou a maratona consumista adquirindo uma coisinha aqui e outra ali, e de repente toda semana alguma encomenda nova o aguardava na portaria do prédio.

Eram produtos eletrônicos, tênis, vestidos para as mulheres da família, baterias e até lâminas para barbeador. Preocupada, ela disse que já estava virando um vício e que tinha até medo de olhar a conta dele. “E o pior é que é tão fácil. Ele abre o site no celular, dá um clique no produto e pronto, já tem até os dados do cartão por lá”. Perceberam o perigo?

Clique aqui para ler o post completo

 

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários