Seguindo sugestões de nossos leitores, faremos todo domingo de noite uma seleção, com resumo, dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior. A ideia é oferecer a você um panorama das preferências de mais leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

3 Coisas que os Ricos Dizem Com Frequência (Aprenda com eles!)

Mentores são o caminho mais prazeroso, rápido e eficiente para o verdadeiro aprendizado. Gente disposta a ouvir, analisar, participar e acompanhar não torna as decisões mais simples, mas gera mais confiança nos responsáveis por tomá-las, e isso faz uma enorme diferença.

É claro que algumas atitudes são mais simples de observar, entender e praticar, enquanto outras requerem mais atenção, disciplina e, muitas vezes, mudança de comportamento. Aprender observando e trocando conhecimento torna esse desafio de praticar menos trabalhoso e dá mais sentido ao dia a dia.

Clique aqui para saber o que dizem os ricos!

Carros: Os Preços estão cada vez mais Absurdos! O que vem pela frente?

Há mais de dois anos os leitores do Dinheirama têm acompanhado as colunas de Leandro Mattera envolvendo o tema “carros e finanças”. Como a maioria já sabe, nós temos os carros mais caros do mundo. Porém, nos últimos tempos, os preços dos veículos zero quilômetro estão cada vez mais estratosféricos.

No entanto, mesmo diante da queda das vendas, as fabricantes têm optado pela manutenção de suas margens e os preços de tabela não param de subir. Mais do que isso, é possível notar que os demais impactos financeiros dos carros estão crescendo ainda mais.

Clique aqui para ler o artigo completo.

Suas Finanças também precisam de Volume Morto

Durante a crise, o termo “Volume Morto” foi muito utilizado. Em São Paulo, o sistema Cantareira já utiliza a segunda cota do chamado Volume Morto, que nada mais é do que uma reserva técnica disponível para atravessarmos períodos críticos como o atual.

Ao tratar desse assunto, conseguimos fazer uma ponte para o lado da educação financeira, nossa área de estudos diários, pois também para finanças pessoais é importante a manutenção de uma reserva financeira para que a travessia por momentos de crise seja realizada mais facilmente.

Clique aqui para ler o artigo completo.

Uma Enorme Razão para Você Não Emprestar Seu Dinheiro (Doar é melhor, acredite!)

Você, eu e todos os cidadãos temos uma coisa sagrada, que vale mais que qualquer bem ou quantidade de zeros na conta corrente: nosso nome! Sim, porque um nome é capaz de despertar nos outros diferentes sentimentos e lembranças, ao mesmo tempo em que é a referência para as gerações que virão depois de nós (pense sempre em legado).

Você já parou para pensar no que dizem quando seu nome surge em uma conversa? Ah, fique tranquilo que não vou defender essa de que devemos nos importar com a opinião dos outros sobre nós, mas acho legal quando o legado (adoro essa palavra!), o caráter e a história de vida de alguém são lembrados em um bate-papo informal. E aquela turma que pega dinheiro emprestado e não paga? Pois é…

Clique aqui para saber por quê você não deve emprestar seu dinheiro.

Valorize Quem Você É e Pare de Lamentar o Dinheiro que Você não tem

Qual o motivo de acreditarmos que o dinheiro é a resposta para todos nossos anseios? E é sempre nesse momento que vem aquela voz grave e abobalhada da plateia e diz: “Mas é melhor estar deprimido em Paris do que em Osasco!”. Aliás, por que esse preconceito com Osasco?

Ora, você há de concordar com nosso colunista Renato De Vuono que diz que “qualquer lugar é péssimo quando se está deprimido”. Depressão e dinheiro são coisas bastante perigosas.

Clique aqui para aprender a valorizar mais você e sua própria história.

Acompanhe os novos artigos durante a semana e domingo que vem voltamos com os artigos mais compartilhados e visitados. Obrigado pela confiança. Até mais.

Conrado Navarro
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários