Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo inicio de semana, publicaremos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Quem se preocupa não se ocupa (e não enriquece)

Olá amigo! Você já sofreu por antecipação? Bem, se respondeu “sim”, bem vindo ao clube dos 99% dos habitantes do planeta.

Infelizmente, preocupar-se virou sinônimo de algo normal na vida de todos nós. No entanto, nada mais é do que desperdiçar energia com algo que, por hora, só existe em sua mente.

Clique aqui para ler o texto completo

Os 4 principais sabotadores da sua independência financeira

A independência financeira é algo sonhado por muitos, mas alcançado por poucos. Quem não deseja chegar num estágio da vida em que não precise mais se preocupar e depositar quase todas as suas energias para conseguir uma boa renda?

A verdade é que muitas pessoas traçam um planejamento pensando nisso, mas as coisas simplesmente saem do controle com o passar do tempo. Os anos passam e o sonho continua distante. Hoje quero discutir com você quatro pontos importantes que, se não forem observados, vão sabotar os seus objetivos.

Clique aqui para ler o texto completo

5 erros comuns praticados por pessoas endividadas (e como evitá-los)

A maioria das pessoas endividadas pratica alguns erros comuns, porém não se dão conta porque esses erros já se transformaram em hábitos. Infelizmente, esses comportamentos só levam a um único caminho: a inadimplência.

Uma conta atrasada que logo é postergada para o próximo mês, um gasto de emergência que não estava previsto em seu orçamento, compras impulsivas e gastos descontrolados são alguns dos muitos erros praticados por pessoas endividadas.

Clique aqui para ler o texto completo

Você se ofende facilmente? Cuidado! Isso pode afastar você das pessoas (e da riqueza)

Não tem muito tempo eu gravei esse vídeo que colocarei no fim do post. Como todo assunto, sempre há algo mais a ser dito, ou melhorado. O fato é que as pessoas sempre foram e sempre serão complicadas quando o assunto é comportamento.

Somos emocionais, instintivos e essa é a nossa natureza. Com a evolução, passamos a usar a razão. Mas fatos são fatos e os instintos são muito mais rápidos. É aquela coisa que quando você vê, já foi: já falou, já agrediu, já bateu…

Clique aqui para ler o texto completo

4 dicas simples e poderosas para terminar o mês com a conta no azul

Não é fácil, nós sabemos! A cada começo de mês, mais pessoas entram em desespero porque “sobra mês e falta dinheiro”. As razões podem ser diversas, mas o que muita gente acaba escolhendo como culpado é a “baixa renda” da família.

Não podemos deixar de considerar que, no atual momento econômico do país, com desemprego latente, inflação e juros altos, chegar até o final do mês com a conta no azul é um exercício bem difícil. É fato, ainda assim, mais do que nunca é fundamental colocar em prática algumas dicas simples, mas poderosas.

Clique aqui para ler o texto completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários