Olá amigo leitor, tudo bem? Chegou mais um Top5 Dinheirama. Como você já sabe, todo início de semana, publicamos uma seleção com o resumo dos cinco artigos mais lidos, comentados e compartilhados da semana anterior.

A ideia é lhe oferecer um panorama das preferências de outros leitores do Dinheirama e reunir os artigos de forma a oferecer um começo de semana mais proveitoso.

Os artigos mais lidos na semana passada foram:

Crianças consumistas: um perigo crescente e um desafio para os pais

Hoje quero levar você a refletir sobre um assunto importante e pouco tratado: o consumo infantil. E não escrevo motivado apenas por teoria. Sou pai de um garoto de quase 4 anos, e experimento e me preocupo com este assunto.

Você sabia que esses pequenos, adoráveis, bagunceiros e inteligentes seres são responsáveis por movimentar um mercado de (pasmem) mais de 50 bilhões de reais, somente em nosso país? E veja que esses dados do IBGE já estão desatualizados…

Clique aqui para ler o post completo

R$1 mil ou R$10 mil: onde devo investir?

Uma das perguntas que mais recebo de investidores em nossos programas, vídeos e e-mails refere-se a onde investir os recursos disponíveis. Eu sempre retorno questionando onde está esse dinheiro atualmente. Na maior parte das vezes, a resposta é: parado na conta corrente ou na poupança.

Infelizmente, aí está um dos mais graves erros do brasileiro: o desconhecimento. Há ainda a falta de informação e o baixo interesse sobre esse tema.

Clique aqui para ler o post completo

7 passos para terminar o ano no azul (sempre dá tempo)

Final do ano e diversos compromissos sociais e financeiros costumam ser sinônimo de endividamento. Natal, Ano Novo, férias, impostos e compras de início do ano, material escolar, matrículas e por aí vai. A lista é imensa.

Com tantos compromissos, terminar o ano no azul é um baita desafio. Em 2017, o Dinheirama completará 10 anos de muita educação financeira, com um diferencial: vivenciamos de perto, todos esses anos, diversas mudanças no comportamento do brasileiro.

Clique aqui para ler o post completo

Cuidar das finanças é chato? Sim, mas é fundamental!

O fato é: assim como fazer exercício, planilhas, números, extratos, aplicativos, bancos, gerentes, textos e mais textos sobre o assunto, nada disso é divertido. Não tenha dúvida que eu prefiro jogar tênis, por exemplo. Contudo, é extremamente necessário.

Como a academia, as finanças precisam de disciplina militar. Se você não se dedicar a elas como supostamente se dedica ao seu corpo, o resultado será o mesmo: seu bolso vai ficar doente.

Clique aqui para ler o post completo

Dinheirama Entrevista: Jonas Justo, CEO da Melhor Escolha

Economizar sem abrir mão da diversão e do dia a dia no uso de tecnologia e ferramentas. Quem não quer isso? Pois é, pense nos seus atuais planos de TV a cabo, celular ou mesmo telefonia fixa. Eles poderiam ser mais baratos? Sim, sem dúvida, e você vai aprender a fazer isso com a nossa ajuda hoje.

Tive a alegria de conversar e conhecer o Jonas Justo, CEO da Melhor Escolha, uma startup criada justamente para ajudar a baratear a conta de planos de telefonia (fixa e móvel) e TV.

Clique aqui para ler o post completo

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários