Agora você confere as principais notícias de 09/07/19 terça-feira.

Perspectiva positiva sobre Previdência faz Ibovespa decolar

A Bolsa brasileira bateu o recorde histórico pelo terceiro pregão seguido nesta segunda-feira (8). O Ibovespa operou descolado das principais Bolsas internacionais, com alta de 0,42%, a 104.530 pontos, nova máxima. O dólar acompanhou e fechou a R$ 3,809, queda de 0,31%.

Desde quarta-feira (3), o índice reflete a expectativa de investidores de que a reforma da Previdência seja aprovada em plenário na Câmara antes do recesso parlamentar, que se inicia em 18 de julho, com quatro altas consecutivas. Segundo Rodrigo Maia (DEM), presidente da casa, o projeto deve ser votado a partir desta terça (9).

A alta do Ibovespa, mais uma vez, foi fruto do otimismo doméstico. Em Nova York, os índices seguiram em baixa, após dados do mercado de trabalho americano divulgados na sexta (5) afastarem a possibilidade de um corte de 0,5 ponto percentual na taxa de juros dos Estados Unidos. Dow Jones recuou 0,4% e S&P 500, 0,5%. Nasdaq caiu 0,8%.

Três ministros de Bolsonaro reassumem mandato parlamentar para votar por Previdência

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, vai reassumir temporariamente o mandato de deputado federal a partir desta terça-feira (9), porque “faz questão” de dar o seu voto a favor da reforma da Previdência no plenário da Câmara. Onyx é considerado o principal articulador do governo pela reforma junto ao Congresso e também deve acompanhar de perto o encaminhamento da votação.

Outros dois ministros, Tereza Cristina (Agricultura) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo), estarão na Câmara como deputados a partir de terça-feira (9), para votar pela reforma. Os afastamentos devem ser publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta terça. A expectativa é que eles retornem aos respectivos cargos na quinta-feira (11).

O suplente de Onyx é o deputado Marcelo Brum (PSL). Além de ser do partido do presidente Jair Bolsonaro, Brum deixa claro nas redes sociais que é a favor da proposta. Na última semana, ele comemorou a aprovação do texto na Comissão Especial da Casa dizendo ser uma “vitória para o Brasil”. Apesar disso, aliados dizem que Onyx “faz questão” de dar o seu voto.

No caso de Tereza Cristina, a suplente é a deputada Bia Cavassa (PSDB). No Placar da Previdência, feito pelo jornal O Estado de São Paulo, a parlamentar não foi encontrada para informar sua posição sobre a reforma. Ela também não fez publicações sobre o tema em suas redes sociais.

O substituto do ministro Marcel Álvaro é o deputado Enéias Reis (PSL), seu correligionário, que também aparece entre os que não foram encontrados para falar sobre sua intenção de voto.

Projeção para alta do PIB recua novamente e passa para 0,82%

A expectativa de alta para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 passou de 0,85% para 0,82%, conforme o Relatório de Mercado Focus divulgado nesta segunda-feira, 8, pelo Banco Central. Há quatro semanas, a estimativa de crescimento era de 1,00%. Para 2020, o mercado financeiro manteve a previsão de alta do PIB em 2,20%. Quatro semanas atrás, estava em 2,23%.

No fim de junho, o BC atualizou, por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI), sua projeção para o PIB em 2019, de alta de 2,0% para elevação de 0,8%.

No Focus de hoje, a projeção para a alta da produção industrial de 2019 foi de 0,71% para 0,70%. Há um mês, estava em 0,47%. No caso de 2020, a estimativa de crescimento da produção industrial seguiu em 3,00%, igual a quatro semanas antes.

O relatório de mercado Focus mostrou ainda manutenção no cenário para a moeda americana em 2019. A mediana das expectativas para o câmbio no fim deste ano seguiu em R$ 3,80, igual ao visto um mês atrás.

Para o próximo ano, a projeção para o câmbio permaneceu em R$ 3,80, igual ao verificado quatro pesquisas atrás.

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic (a taxa básica de juros) no fim de 2019 e 2020. O Relatório de Mercado Focus trouxe nesta segunda-feira, 8, que a mediana das previsões para a Selic em 2018 seguiu em 5,50% ao ano. Há um mês, estava em 6,50%. Já a projeção para a Selic no fim de 2020 permaneceu em 6,00% ao ano, ante 7,00% de quatro semanas atrás.

Trump diz que May é responsável pelo ‘desastre’ do brexit

O presidente dos EUA, Donald Trump, afirmou na segunda (8) que não lidará mais com o embaixador do Reino Unido em Washington, Kim Darroch.

A decisão ocorre após o diplomata descrever o governo de Trump como “inepto”, “disfuncional” e “desastrado” em uma série de correspondências oficiais vazadas e publicadas pelo jornal The Mail on Sunday no sábado (6).

Nas cartas, que cobrem o período de 2017 até os dias atuais, Darroch escreve que o presidente americano “irradia insegurança” e recomenda a autoridades em Londres que a melhor forma de lidar com o mandatário é se comunicar de forma “simples, até mesmo incisiva”.

“Nós não acreditamos que este governo se tornará substancialmente mais normal, nem menos disfuncional, imprevisível, polarizador, desastrado e inepto”, afirmou Darroch em um dos memorandos, de acordo com o jornal.

Em outras correspondências, o periódico relatou que o diplomata descreveu a administração como “excepcionalmente disfuncional”. Ele também teria afirmado que relatos da mídia sobre a “brigas de faca” na Casa Branca eram “em grande parte verdadeiros”.

No domingo (7), Trump desdenhou a reportagem. “Nós não somos grandes fãs desse homem e ele não prestou um bom serviço ao Reino Unido, então eu entendo e poderia dizer coisas sobre ele, mas não me darei o trabalho”, disse o presidente americano sobre Darroch

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários