Agora você confere as principais notícias de 01/02/2018, quinta-feira.

Após Datafolha, Lula decide antecipar lançamento de pré-candidatura

Após divulgação da pesquisa Datafolha, o PT decidiu marcar para a semana que vem o lançamento da pré-candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O ato deverá ocorrer na próxima quarta-feira (7), em Minas Gerais, Estado governado pelo petista Fernando Pimentel.

Dirigentes do PT de Minas estão organizando às pressas ato de pré-lançamento. O lançamento deverá acontecer em Belo Horizonte.

Um dos responsáveis pela organização, o secretário-geral do PT, Romênio Pereira, afirma que será um ato em defesa da democracia e do direito de Lula concorrer.

Acrescentando não haver impedimento legal à sua realização, Romênio ressalta que a pesquisa Datafolha mostra a ausência de substitutos de Lula para a disputa presidencial.

Segundo o Datafolha, Lula mantém liderança nas pesquisas mesmo após sua condenação pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

O petista lidera o primeiro turno em todos os cenários em que seu nome é colocado, com percentuais que variam de 34% a 37%. No segundo turno, venceria Alckmin (49% a 30%) e Marina (47% a 32%), além de Bolsonaro.

Bolsa registra alta de 11,14% e tem melhor janeiro em 12 anos

Com um mês marcado pelo otimismo dos investidores no exterior e com as expectativas renovadas internamente – principalmente após a manutenção da sentença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Justiça -, a Bolsa fechou o primeiro mês de 2018 aos 84.912,69 pontos, uma valorização acumulada de 11,14%. Trata-se do melhor resultado para o mês  de janeiro em 12 anos. Em 2006, o índice à vista ostentou alta de 14,73% no acumulado do mesmo mês.

No câmbio, o dólar encerrou o mês abaixo dos R$ 3,20, com queda de 4,05%, a maior em seis meses. Em julho do ano passado, a moeda caiu 5,87%.

O Ibovespa encerrou a sessão de negócios desta quarta-feira, 31, com ganhos de 0,51%, aos 84.912,69 pontos. Com isso, a bolsa chegou ao fim de janeiro acumulando valorização de 11,14%.

Cristiane se manifesta no STF contra suspensão de sua posse no Trabalho

A deputada Cristiane Brasil (PTB) se manifestou nesta quarta-feira (31) contra a decisão da presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministra Cármen Lúcia, de suspender sua posse no Ministério do Trabalho.

Em documento enviado ao Supremo, ela disse que espera que a decisão seja revogada.

Indicada pelo presidente Michel Temer no começo do ano para ocupar a pasta, Cristiane Brasil teve a posse suspensa por decisões da Justiça de primeira e de segunda instância, mas autorizada pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Quando o caso chegou ao STF, Cármen Lúcia, suspendeu a posse. A magistrada, no entanto, analisou o caso apenas em caráter liminar (provisório), e não o mérito da ação –ou seja, se Cristiane deve ou não assumir o cargo.

Temer usará ‘corpo a corpo’ para aprovar reforma da Previdência

Depois da “ofensiva de mídia” no fim de semana com entrevistas em rádio, emissoras de TV e jornal, o presidente Michel Temer concentrará as energias no “corpo a corpo” com parlamentares para tentar convencer os indecisos a aprovarem a reforma da Previdência em fevereiro.

O Palácio do Planalto acredita que tem cerca de 275 votos, número com que já contava em maio do ano passado, e está convencido de que será possível convencer os cerca de 70 indecisos a votarem favoravelmente à reforma. Para que a proposta seja aprovada são necessários 308 votos.

O governo entende que deputados e senadores, durante o recesso, ao conversarem com os prefeitos e suas bases viram que a resistência à reforma já diminuiu muito e estão acreditando que a própria população vai pressionar os parlamentares.

O governo conta com a pressão de prefeitos e governadores, porque estes também estão com problemas de caixa, para ajudar convencer deputados e senadores.

Temer acredita que consegue virar a votação nesta semana e na próxima, antes do carnaval, para garantir a aprovação da PEC na semana após a festa popular. O presidente se reuniu ontem, por exemplo, com o líder do MDB na Câmara, deputado Baleia Rossi (MDB-SP). Nos próximos dias, serão realizadas reuniões com todos os líderes.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários