Agora você confere as principais notícias de 29/04/19 segunda-feira.

Paulo Preto desapropriou mesma área 3 vezes por dobro do valor, diz perícia

O ex-diretor de engenharia da Dersa (estatal que administra rodovias paulistas) Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto, foi responsável pela desapropriação de uma mesma área três vezes durante obras do trecho sul do Rodoanel Mário Covas, na região metropolitana de São Paulo. Nas três vezes, a Dersa pagou pouco mais que o dobro do que a área valia. O prejuízo aos cofres públicos apurado neste caso é de pelo menos R$ 3,5 milhões em valores da época.

O caso é alvo de uma ação de improbidade administrativa no TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) contra Souza, o ex-presidente da estatal na época, Thomaz de Aquino Nogueira Neto, e outros sete réus. No processo, suas defesas negam qualquer irregularidade (veja mais abaixo).

O portal UOL teve acesso a oito processos de improbidade administrativa que correm no TJ-SP contra Souza. O mais antigo deles é de 2014 e o mais novo, de fevereiro deste ano, em um total de quase 10.000 páginas de documentos. Além de estarem no TJ-SP, estes casos também são investigados na esfera eleitoral pelo TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), na criminal pelas forças-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo e Curitiba.

Paulo Preto é apontado pela Lava Jato como operador de propinas do PSDB.

Em 2007, em meio às desapropriações de áreas por onde passaria a obra do Rodoanel, Souza e Neto, de acordo com o processo, autorizaram o pagamento de R$ 2 milhões por uma área de 162 mil metros quadrados —um sobrepreço de R$ 1 milhão em relação ao valor apontado na avaliação da área.

No mesmo ano, a dupla autorizou a compra de mais 90 mil metros quadrados, supostamente um enclave no mesmo terreno. De acordo com a Dersa no processo de improbidade, a existência do enclave nunca foi demonstrada no processo de desapropriação. O valor desembolsado foi de R$ 1 milhão.

Dois anos depois, em 2009, Souza e Neto voltaram a desapropriar mais 161 mil metros quadrados do mesmo terreno, por R$ 2,2 milhões. O valor é novamente R$ 1 milhão acima do valor atribuído ao terreno pela própria Dersa.

‘Daqui para frente é vida nova’, diz Onyx sobre a relação entre Bolsonaro e Maia

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse neste domingo (28), que a  relação do presidente Jair Bolsonaro com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), foi retomada. Dois dias após o site Buzzfeed publicar uma reportagem em que Maia faz severas críticas aos filhos de Bolsonaro, Onyx se esforçou para demonstrar um clima de tranquilidade entre ambos. “Daqui para frente é vida nova”, afirmou o ministro.

Onyx teve um encontro de 40 minutos com Bolsonaro na tarde deste domingo, no Palácio da Alvorada. Entre os temas da conversa estava a reunião entre Maia e Bolsonaro no sábado, durante almoço na casa do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Walton Alencar Rodrigues.

Segundo Onyx, a conversa com o presidente da Câmara foi longa e suficiente para garantir que o diálogo entre ambos está mantido. “A gente sabe que tem um escorregãozinho para lá, outro para cá. Mas a reunião foi muito boa, os dois reabriram um canal de conversação direta.”

Uma situação que, completou o ministro da Casa Civil, é muito importante, sobretudo neste estágio da tramitação do projeto de reforma da Previdência. Para mostrar o clima amistoso entre o presidente da República e o da Câmara, Onyx afirmou que ambos pretendem assistir, juntos, a um jogo de futebol. “Estão super bem. Estão até combinando de assistir juntos um jogo do Palmeiras ou do Botafogo.” Bolsonaro é palmeirense e Maia, botafoguense. A primeira partida entre os dois times será no dia 25 de maio no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Onyx disse que o governo mantém a previsão de aprovar ainda neste semestre a proposta de mudanças nas regras da aposentadoria. E, mais uma vez, tentou associar a aprovação do projeto à melhoria do ambiente de emprego no País. “Esse projeto é para o Brasil. As pessoas precisam comer, se vestir, ter dignidade do trabalho. Estamos preocupados com isso”, argumentou, sem, contudo, explicar a relação da reforma da Previdência com geração de empregos.

Eleição na Espanha registra forte comparecimento às urnas

A participação dos espanhóis nas eleições parlamentares deste domingo (28) é a segunda maior desde a redemocratização, há cerca de 40 anos, de acordo com um balanço parcial divulgado pelo Ministério do Interior no começo da tarde (manhã no Brasil).

Na Catalunha, que esteve no centro do debate político por causa de seu movimento independentista, o comparecimento subiu ainda mais e é o maior já aferido até o começo da tarde de uma jornada eleitoral –o levantamento foi fechado às 14h, mas as seções ficam abertas até as 20h no país todo, onde o voto não é obrigatório.

A pesquisa nacional mostra que 41,49% dos eleitores já haviam passado nos centros em que estão registrados, um índice 4,6 pontos percentuais superior ao observado no mesmo horário, no último pleito, em 2016 –que terminaria com abstenção recorde, de quase 34%.

A única vez em que mais pessoas apareceram para votar até as 14h (41,8%) foi em 1993, quando o socialista Felipe González elegeu-se para seu quarto e último mandato.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários