Agora você confere as principais notícias de 15/08/19 quinta-feira.

Possível Recessão Global Derruba Mercados no Mundo

O pânico de uma recessão global fez com que as bolsas derretessem em todo o mundo. A bolsas Nasdaq e NYSE cairam mais de 3%, enquanto na Frankfurt perdeu 2,19%, a de Paris 2,08% e Londres, 1,42%.

Leia também: Previdência Atrasa e Será Votada em Outubro no Senado

A trégua no mercado de câmbio no Brasil durou pouco. Após cair a R$ 3,94 na mínima da terça-feira, o dólar subiu 1,79% nesta quarta-feira (14), e fechou em R$ 4,0388 – maior valor desde 23 de maio.

Indicadores fracos da atividade econômica na China e na Alemanha renovaram preocupações com a perda de fôlego da economia mundial e provocaram forte fuga de ativos de risco no mercado financeiro mundial.

Nos Estados Unidos, a inversão da curva dos rendimentos do títulos de 2 e 10 anos do Tesouro, mecanismo que historicamente não costuma falhar em prever recessões na maior economia do mundo, adicionou ainda mais preocupação nas mesas de operação em Wall Street. No mês, o dólar já acumula alta de 5,7%.

No mercado local, as mesas de câmbio monitoraram ainda a situação Argentina, que teve novo dia de intervenções do Banco Central no câmbio, que não evitaram nova disparada de 8% da moeda americana no país vizinho.

Leia também: Erros Inconscientes que Podem Atrapalhar (Muito) sua Carreira

Bolsonaro adia decisão sobre sucessão sobre novo chefe da PGR

Com uma corrida embaralhada pelos candidatos ao comando da Procuradoria-Geral da República, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) decidiu adiar o anúncio para as próximas semanas.

Bolsonaro havia prometido o anúncio para esta semana. Mas em evento nesta quarta-feira (14) em Parnaíba, no Piauí, afirmou que está tendo dificuldades em definir o nome do novo PGR.

“Tenho tempo ainda. Está difícil a escolha, tem muitos bons nomes. Tenho certeza que o escolhido, além de ser aprovado pelo Senado, todos se orgulharão dele”, afirmou.

A declaração de Bolsonaro acontece um dia depois de ele ter feito um gesto ao subprocurador-geral da República José Bonifácio de Andrada, com quem se reuniu no Palácio do Planalto.

Na terça (13), o presidente deu indicações a Andrada que, hoje, seu nome desponta como um dos favoritos para suceder Raquel Dodge, cujo mandato termina em setembro.

Assista: 😬 CONTEÚDO DEMAIS, Reflexão de Menos e nada de Colocar em Prática

Após dez anos, BC voltará a vender dólares no mercado à vista

Após mais de dez anos, o Banco Central voltará a promover operações de venda direta de dólares ao mercado financeiro.

Em meio à crescente busca das empresas brasileiras por dólares, a instituição anunciou que ofertará lotes diários da moeda americana entre 21 e 29 de agosto. Os montantes ainda serão anunciados.

Uma operação assim não ocorria no Brasil desde fevereiro de 2009, quando o BC foi obrigado a ofertar dólares ao mercado para manter a liquidez após o estouro da crise financeira global. Agora, o motivo da atuação do Banco Central é outro.

O jornal O Estado de São Paulo apurou que, nos últimos meses, a instituição tem identificado um movimento de troca de dívida por grandes empresas brasileiras.

Muitas estão quitando operações de crédito feitas no exterior e, ao mesmo tempo, fechando novas operações de financiamento dentro do País.

Na prática, ocorre a chamada “rolagem” da dívida, mas o compromisso deixa de ser com instituições de outros países e passa a ser com instituições locais.

Leia também: 6 Startups que Você Deve Conhecer e Usar

Macri congela gasolina e pagará abono para reverter desvantagem na Argentina

O presidente da Argentina, Mauricio Macri, anunciou na quarta-feira (14), medidas econômicas para reverter sua baixa popularidade, depois da derrota para o kirchnerista Alberto Fernández nas prévias de domingo.

O alvo das medidas é a classe média baixa, que nas prévias migrou os votos para a chapa de Fernández e da ex-presidente Cristina Kirchner, candidata a vice, e evitar que a reação negativa dos mercados à primária de domingo agrave ainda mais a crise econômica no país.

Entre os anúncios estão o congelamento do preço da gasolina por 90 dias, um abono salarial para empregados públicos e privados e uma espécie de restituição no imposto de renda no valor de 2 mil pesos (cerca de R$ 140).

O presidente também anunciou um aumento no salário mínimo e medidas para pequenas e médias empresas, além de um aumento em bolsas de estudo para jovens universitários de 40%.

Leia também: “Nova CPMF” Teria Alíquota de 2% Sobre Transações

Leia também: Saber Esperar: A Melhor Maneira de Agir na Hora Certa

Leia também: Finanças no Buraco? Conheça a Planilha que te Ajudará a Sair do Fundo do Poço

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários