Agora você confere as principais notícias de 24/03/2018, sábado.

Na Bahia, Temer inaugura obra de irrigação pronta há 4 anos que não funcionava

O Projeto de Irrigação do Baixio Irecê, inaugurado pelo presidente Michel Temer (MDB) nesta sexta-feira (23) no interior da Bahia, já estava com o canal de 42 quilômetros construído havia mais de quatro anos.

A obra começou em 1999 e foi tocada por três empreiteiras diferentes.

O esforço político para inauguração veio em ano de eleição, com Temer admitindo pela primeira vez que cogita se lançar à corrida pelo Planalto. A estratégia, mencionada por Temer e pelo ministro Helder Barbalho (MDB) em seus discursos, é fazer da entrega de obras inacabadas uma marca do governo.

Moradores da região reclamam da demora na implantação da irrigação, que até hoje não funciona.

“Faltou vontade política pra inaugurar”, diz o taxista Joseney Silva Santos, 59. “A vontade do nordestino é produzir agricultura, mas não tem condições. Só através do governo mesmo.”

“Se tivesse inaugurado a cada etapa que ficasse pronta, aqui estava bem melhor, com plantio de frutas. Já teria desenvolvimento há 15 anos, que é o sonho do pessoal da região”, completa.

Aproveite: eBook gratuito “Guia prático para declarar suas aplicações financeiras no IR”

Com 61 mil novos postos em fevereiro, País fecha o bimestre no azul

O Brasil registrou a criação de 61.188 novas vagas com carteira assinada em fevereiro de 2018, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgadas nesta sexta-feira pelo Ministério do Trabalho. O resultado é o melhor para o mês desde 2014, quando foram criadas 260.823 vagas. Em fevereiro de 2017, foram criados 35.612 postos de trabalho.

No acumulado de janeiro e fevereiro, foram criados 143.186 empregos com carteira assinada – melhor desemprenho para o primeiro bimestre desde 2014, quando a economia brasileira ainda crescia com mais vigor e foram abertas 364.632 vagas de empregos com carteira assinada no Brasil, conforme a série histórica com ajustes.

O resultado de fevereiro decorre de 1,274 milhão de admissões e de 1,213 milhão de demissões. O dado inclui os contratos firmados já sob as novas modalidades previstas na reforma trabalhista, como a jornada intermitente e a jornada parcial.

Livro grátis: Garanta um exemplar gratuito do livro “Mercadores da Noite” de Ivan Sant’Anna

Ameaça de guerra comercial entre EUA e China impacta Bolsas pelo 2º dia

A probabilidade cada vez maior de uma guerra comercial entre Estados Unidos e China afetou os mercados acionários globais pelo segundo dia e contaminou a Bolsa brasileira, que teve um dia de forte instabilidade. O dólar fechou em alta e encostou em R$ 3,32.

O Ibovespa, índice das ações mais negociadas, recuou 0,46%, para 84.377 pontos. Na semana, a queda foi de 0,60% —a segunda desvalorização semanal seguida. O volume financeiro negociado foi de R$ 10,3 bilhões. A média diária de março está em R$ 11,3 bilhões.

O dólar comercial subiu 0,27%, para R$ 3,319. É o maior valor desde 22 de dezembro de 2017. Na semana, subiu 1,2%. O dólar à vista subiu 0,14%, para R$ 3,306.

Relatório grátis: As ações da Petrobras estão baratas? É hora de investir?

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários