Tenho acompanhado com certa preocupação as crescentes notícias relatando, em geral, problemas com empresas que, sob a sombra da venda direta de produtos ou serviços, recebem dinheiro cobrando taxa de adesão de novos colaboradores e prometendo ganhos fantásticos em pouco tempo.

Por trás de um forte esquema de marketing, essas empresas atraem a atenção das pessoas vendendo a falsa expectativa de enriquecimento fácil. É muito comum a persuasão de pessoas através de vídeos e e-mail tentadores, com histórias emocionantes de pessoas que enriqueceram “da noite para o dia” ao se associarem ao negócio em questão.

Infelizmente, a promessa de enriquecimento rápido é algo que merece um cuidado muito grande. Veja a história de pessoas ricas e bem-sucedidas: nenhuma delas conseguiu chegar a sua atual posição sem muito trabalho, disciplina e dedicação.

Ebook gratuito recomendadoTer uma Vida Rica Só Depende de Você

O jornal Folha de São Paulo preparou uma matéria muito interessante, de quase uma página, sobre o funcionamento de empresas que se utilizam desse expediente para atrair pessoas dispostas a receber as facilidades prometidas. O jornal apontou como o esquema denominado “Pirâmide” funciona:

Passo 1: “Fique rico amanhã”

São realizadas promessas de enriquecimento rápido. Essa é a principal arma para atrair as pessoas. Vale o alerta para anúncios de emprego no padrão: “Ganhe dinheiro sem sair de casa”, inclusive em sites ou até mesmo por e-mail.

Passo 2: Preparando o terreno

As empresas costumam fazer eventos em hotéis, onde pessoas que ganharam dinheiro rápido fazem palestras contando as maravilhas de sua vida depois de aderirem e proferindo extensos elogios ao produto – a ideia é convencer a todos de que o negócio é bom.

Vídeo recomendadoFórmulas para ficar rico são legais e seduzem? Cuidado! Isso não existe! 

Passo 3: Produto Misterioso

As empresas montam uma fachada legal, um site bastante convidativo e profissional e passam a vender um produto. Podem ser cápsulas emagrecedoras, planos de saúde, chás, softwares etc.

Passo 4: O investimento

Para que a pessoa entre no negócio, as empresas cobram taxas de inscrição e treinamento e exigem a compra de um estoque mínimo de produto.

Ano após ano surgem histórias de pessoas que tomaram grandes prejuízos por confiar em empresas que vendem facilidades de enriquecimento. Portanto, desconfie sempre! Procure conhecer de fato o negócio e principalmente lembre que quando as explicações do negócio são mirabolantes e sem um mínimo de sentido, este é um sinal de que o negócio na verdade pode ser um golpe.

Para enriquecer, a melhor sugestão é o controle efetivo das finanças e a consciência de que é necessário guardar e investir seu dinheiro com sabedoria, além de tentar caminhos como o empreendedorismo. Nesse sentido, o Dinheirama será uma ferramenta importante para ajudá-lo a chegar lá. Um abraço e até a próxima!

Ferramenta gratuita recomendada: Planilha de controle de despesas

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários