Home Economia e Pol√≠tica Diretora do FMI diz ser cedo para prever impacto econ√īmico de conflito

Diretora do FMI diz ser cedo para prever impacto econ√īmico de conflito

"Estamos acompanhando muito de perto", relata

por Agência Brasil
0 coment√°rio

A diretora-geral do Fundo Monet√°rio Internacional (FMI),¬†Kristalina Georgieva,¬†afirmou que ainda √© cedo para apontar quais ser√£o os prov√°veis impactos econ√īmicos para a economia mundial do atual confronto militar entre Israel e o grupo Hamas, que controla a Faixa de Gaza, no¬†Oriente M√©dio,

‚ÄúEstamos acompanhando muito de perto a forma como a situa√ß√£o evolui. Especialmente, como ela est√° afetando os mercados petrol√≠feros, mas ainda √© muito cedo para dizer [algo] em termos de [potenciais] impactos econ√īmicos‚ÄĚ, declarou Georgieva¬†a jornalistas que est√£o acompanhando a reuni√£o anual do FMI, que acontece em Marrakech, no Marrocos. o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, tamb√©m participa do evento.

Destacando¬†que v√°rios pa√≠ses¬†t√™m sido afetados¬†por cat√°strofes naturais, como o pr√≥prio Marrocos, onde, em setembro, um¬†terremoto¬†matou milhares¬†de pessoas, e¬†tamb√©m¬†por guerras ‚Äúque causam perdas tr√°gicas de vidas civis e um enorme sofrimento‚ÄĚ, Georgieva disse que o mundo, ‚Äúainda enfraquecido pelo baixo crescimento econ√īmico‚ÄĚ global, passa por ‚Äúchoques graves que est√£o se tornando o novo normal‚ÄĚ.

‚ÄúEsta √© uma nova nuvem no horizonte j√° n√£o mais ensolarado da economia mundial. Uma nova nuvem desnecess√°ria e que escurece o horizonte‚ÄĚ, acrescentou a diretora-geral do FMI, lembrando que, em virtude do confronto entre Israel e Hamas, os pre√ßos do petr√≥leo v√™m flutuando nos mercados internacionais. ‚ÄúVimos alguns altos e baixos nos pre√ßos do petr√≥leo [ao longo da semana], como rea√ß√£o dos mercados. Estamos monitorando isso de perto.‚ÄĚ

Conflito

No √ļltimo s√°bado (7), o Hamas,¬†grupo isl√Ęmico de resist√™ncia ao avan√ßo israelense sobre o territ√≥rio palestino¬†e que controla a Faixa de Gaza, deflagrou o mais ousado ataque contra o territ√≥rio israelense em d√©cadas, atingindo civis e militares indistintamente, pela terra e pelos c√©us.

A ofensiva provocou uma¬†severa¬†rea√ß√£o militar de Israel, que passou a bombardear ininterruptamente¬†a Faixa de Gaza ‚Äď um estreito peda√ßo de terra de cerca de 41 quil√īmetros de comprimento por 10 quil√īmetros de largura, banhada pelo Mar Mediterr√Ęneo, onde vivem cerca de 2,2 milh√Ķes de palestinos.

(Imagem: REUTERS/Mohammed Salem)

Em seis dias de conflito, as autoridades palestinas afirmam j√° ter contabilizado ao menos 1.417 mortos em Gaza. Segundo a Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas (ONU), ao menos 340 mil moradores de Gaza j√° tiveram que deixar suas casas e comunidades.

Israel, por sua vez, garante que mais de 1,3 mil pessoas de várias nacionalidades já morreram em consequência do ataque inicial do Hamas e dos mísseis que o grupo palestino continua lançando contra comunidades israelenses próximas à fronteira.

‚ÄúQual √© a nossa rea√ß√£o a isso? √Č de cortar o cora√ß√£o ver civis inocentes morrendo. Um ataque de um lugar a outro e que causa reciprocidade na resposta e quem paga o pre√ßo? √Č o inocente quem paga o pre√ßo‚ÄĚ, concluiu a diretora-geral do FMI.

O Dinheirama √© o melhor portal de conte√ļdo para voc√™ que precisa aprender finan√ßas, mas nunca teve facilidade com os n√ļmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informa√ß√£o e atesta a apura√ß√£o de todo o conte√ļdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que n√£o faz qualquer tipo de recomenda√ß√£o de investimento, n√£o se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.