Home Empresas Divisão de caminhões Volkswagen vê margem estável em 2024 após lucro saltar em 2023

Divisão de caminhões Volkswagen vê margem estável em 2024 após lucro saltar em 2023

O grupo teve um salto de 95% no lucro operacional ajustado de 2023, para 4 bilhões de euros, superando a estimativa de consenso compilada pela Vara Research

por Reuters
3 min leitura

A Traton, unidade de caminhões da Volkswagen, previu nesta terça-feira um retorno sobre as vendas estável em 2024, depois que após o lucro operacional quase dobrar devido à demanda reprimida por veículos comerciais após a pandemia.

A fabricante dos caminhões MAN e Scania espera um retorno operacional ajustado sobre as vendas de 8% a 9% em 2024, em linha com os 8,6% informados no ano passado.

O grupo teve um salto de 95% no lucro operacional ajustado de 2023, para 4 bilhões de euros, superando a estimativa de consenso compilada pela Vara Research.

Mas sua carteira de pedidos caiu em um quinto no ano passado, disse a Traton em janeiro.

“Com o ambiente de mercado para caminhões em geral se abrandando em algumas regiões, continuaremos extremamente focados em 2024 e capitalizaremos nossos pontos fortes”, disse o presidente-executivo da empresa, Christian Levin.

O setor de caminhões está preparado para um ano de 2024 mais difícil, com analistas sinalizando uma queda na demanda na Europa e na América do Norte, depois de altas históricas alcançadas no ano passado graças à demanda reprimida após a pandemia da Covid-19.

A empresa sediada em Munique apresentou uma perspectiva ampla para as vendas de unidades em 2024 de queda de 5% a uma alta de 10%, representando a incerteza do setor.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.