Home Estilo de Vida Drama “Back to Black” leva a história de Amy Winehouse aos cinemas

Drama “Back to Black” leva a história de Amy Winehouse aos cinemas

Há momentos em que Abela desaparece e Winehouse irrompe na tela, como uma imagem de olho mágico que pisca fugazmente em foco

por Reuters
0 comentário

A diretora Sam Taylor-Johnson não queria que seu filme biográfico sobre a cantora e compositora britânica Amy Winehouse fosse muito parecido com o documentário de Asif Kapadia, vencedor do Oscar em 2015, mostrando a vida da artista que morreu em 2011.

“Senti que tinha de fazer algo muito diferente do documentário”, disse Taylor-Johnson à Reuters sobre seu filme “Back to Black”.

“Tinha que parecer uma perspectiva diferente, e achei que a melhor perspectiva era permitir que ela contasse sua história por meio de sua música”, acrescentou a cineasta britânica.

O filme, distribuído pela Focus Features, narra a criação de Winehouse em uma família judia, sua carreira, seus romances e o vício que a levaria à morte.

A artista, seis vezes vencedora do Grammy, era conhecida por misturar elementos de jazz, soul e rhythm and blues em sua música.

Embora as avaliação do filme tenham sido principalmente negativas por parte dos críticos do Reino Unido e da Irlanda até o momento, muitos acreditam que a atriz principal Marisa Abela, que interpreta Winehouse, teve uma atuação de sucesso.

“Há momentos em que Abela desaparece e Winehouse irrompe na tela, como uma imagem de olho mágico que pisca fugazmente em foco”, escreveu a crítica Wendy Ide, do The Guardian, em sua resenha.

“Mas o filme é extremamente irregular e propenso a erros de julgamento catastróficos”, acrescentou.

Sua avaliação é uma das muitas críticas ao filme no site agregador de resenhas Rotten Tomatoes, que, até o momento, tem uma recomendação negativa de 38%.

No entanto, os números de bilheteria do filme no Reino Unido e na Irlanda não refletiram as críticas negativas, já que o filme liderou as duas bilheterias na semana de estreia.

Mais críticas serão adicionadas após a chegada do filme aos cinemas dos EUA na sexta-feira.

Abela passou 12 meses tentando capturar todos os aspectos de Winehouse, mas ela sabia que nunca conseguiria capturar a cantora de “Rehab” completamente.

“Há tantas versões diferentes de Amy, e é quase como se, quanto mais você sabe, menos você sabe, porque ela é tão grande e abrangente”, disse Abela.

Quando Abela conversou com pessoas que faziam parte da vida de Winehouse, incluindo seu pai, seus amigos, seus pares de trabalho e outros, cada pessoa tinha uma opinião diferente sobre o que era mais importante retratar sobre ela.

Apesar da variedade de opiniões, Abela encontrou uma conexão definitiva com Winehouse ao usar suas roupas.

“Na verdade, conseguimos trazer algumas das roupas originais de Amy para que Marisa usasse as roupas de Amy, de modo que esse nível de detalhe era muito importante”, disse Taylor-Johnson.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Assine a newsletter “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.