No final de 2015, ao conversar com meu amigo e sócio Conrado Navarro, percebi que nunca havíamos criado um material especifico para mulheres. Paramos por alguns minutos e tentamos lembrar dos poucos artigos do Dinheirama sobre o tema, e percebemos o quanto pecamos por não criar material especifico de educação financeira para vocês, nossas leitoras.

Como gostamos de ousar e aceitamos desafios sempre interessantes e que nos ensinam muito, entendemos que nossas leitoras merecem uma atenção especial. Por conta disso, convidamos a Daniella Gomes (autora do Dinheirama) para coordenar a criação de um eBook gratuito com este foco.

Hoje, no Dia Internacional da Mulher, apresentamos com orgulho e muita felicidade nosso mais novo trabalho, o eBook gratuito “Finanças Pessoais para Mulheres” (clique e baixe gratuitamente).

Mulheres precisam ser reconhecidas e valorizadas

Apesar de ultrapassar os homens em nível de escolarização, a maioria delas ainda possui um salário inferior ao do homem para o mesmo cargo ou função. Uma pesquisa realizada pelo IBGE, em 2014, revelou que as mulheres receberam em média 74,5% da renda masculina.

O ganho médio dos homens, de 15 anos de idade ou mais, foi de R$ 1.987, em 2013, enquanto o das mulheres, da mesma faixa etária, ficou em R$ 1.480. Por outro lado, o grupo feminino conquista cada vez mais o mercado de trabalho, e isso é ótimo!

Dados de uma pesquisa feita em 2015 pela Serasa evidenciam que 43% dos negócios existentes no Brasil são comandados por mulheres; percentual que vem crescendo ao longo das últimas décadas.

A mulher e a busca pela independência financeira

Um dos pontos que mais são comentados por nossas leitoras diz respeito aos investimentos. Apesar de se manterem mais cautelosas, as mulheres cada vez mais buscam informações relevantes para orientá-las na hora de investir.

No eBook “Finanças Pessoais para Mulheres” (clique e baixe gratuitamente), dedicamos um espaço especial para apresentar investimentos inteligentes que de fato podem colaborar para a independência financeira da mulher e sua família.

Outro aspecto interessante do dia a dia feminino é sua habilidade ímpar na condução das finanças pessoais e no planejamento financeiro da família. Também abordamos esta realidade com dicas e muitos insights bacanas para ajudá-la nesta missão.

Não perca tempo e aproveite a oportunidade

Ter uma vida de sucesso (inclusive financeiro) é resultado de nossas escolhas ao longo da vida. Falar sobre dinheiro e entender sua importância no dia a dia é uma tarefa que não pode ser negligenciada, e as mulheres são ótimas para colocar o tema em pauta e aprofundá-lo.

Lembre-se que as ferramentas são importantes, mas só quando conseguimos adotar a educação financeira como um estilo de vida é que tudo faz sentido.

Comece sua transformação lendo com atenção nosso eBook “Finanças Pessoais para Mulheres” (clique e baixe gratuitamente), a oportunidade que faltava para traduzir o “financês” para uma linguagem acessível a todas as mulheres que desejam vencer e enriquecer.

Ah, se você conhece alguma mulher que precisa ter acesso a esse material, mande este texto para ela. Educação financeira é nosso compromisso. Obrigado e até a próxima!

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários