Home Economia e Política Economia brasileira cresce pouco no 2º trimestre

Economia brasileira cresce pouco no 2º trimestre

por Igor Oliveira
0 comentário

dinheirama-post-economia-brasileira-cresce-pouco-2-trimestreA economia do Brasil teve crescimento de 1,13% em junho em comparação com maio, segundo dados divulgados na semana passada pelo Banco Central (BC). No 2º trimestre, o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) teve alta de 0,89%, na comparação com o 1º trimestre.

O índice é elaborado mensalmente pelo BC e é considerado uma prévia do PIB (Produto Interno Bruto), que é calculado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) a cada trimestre e leva a um resultado anual.

O indicador do Banco Central é visto pelo mercado como uma antecipação do resultado do PIB e serve de base para investidores e empresas adotarem medidas de curto prazo. Porém, não necessariamente reflete o resultado anual do PIB e, em algumas vezes, distancia-se bastante.

Previsões de crescimento da economia têm queda

A baixa confiança tem sido um dos principais problemas para uma retomada da economia neste ano, agravada recentemente pelas manifestações que pararam várias cidades no Brasil, em meio à própria fraqueza da atividade e ao cenário de inflação elevada.

Entre os vários setores, tanto a confiança do consumidor quanto da indústria tiveram em julho o menor nível desde 2009, e o governo já avalia que o terceiro trimestre deve ter desempenho econômico aquém do visto entre abril e junho.

O governo reduziu, no final de julho, a previsão de crescimento da economia neste ano de 3,5% para 3%.O FMI (Fundo Monetário Internacional) reduziu, no início de julho, a estimativa de alta do PIB do país para 2,5%.

Você tem “percebido” o aumento do PIB brasileiro? Vê que a economia brasileira está melhorando em relação aos últimos meses? Qual é sua aposta para o PIB em 2013? Comente abaixo e compartilhe o post.

Fonte: UOL Economia. Foto brazilian money, Shutterstock.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.