Home Comprar ou Vender Embraer sai e Sanepar entra em carteira semanal da MyCap

Embraer sai e Sanepar entra em carteira semanal da MyCap

"O papel se mantém em tendência de alta no movimento macro possibilitando a retomada para uma renovação de máxima de 2024", diz a corretora

por Gustavo Kahil
3 min leitura

As ações da Embraer (EMBR3) foram retiradas da carteira recomendada semanal da corretora MyCap para a primeira semana de julho.

Segundo o analista Alex Carvalho, os papeis da fabricante de aeronaves não deram continuidade ao movimento de alta após a
superação da máxima histórica.

Sanepar

Deste modo, a MyCap optou pela inclusão da Sanepar (SAPR11) no novo portifólio.

“Sanepar acelera com volume comprador após superação de médias curtas exponenciais. Característica de retomada para topo anterior aos R$ 29,00 e projeção de 61,8% por Fibonacci. O papel se mantém em tendência de alta no movimento macro possibilitando a retomada para uma renovação de máxima de 2024”, opina Carvalho.

Veja as outras recomendações

Coca-Cola (COCA34)

A companhia permanece em uma LTA – Linha de Tendência de Alta com topos fundos ascendentes e
acrescimento de volume comprar observado no gráfico diário. O rompimento do último topo caracteriza
throwbacks para a sequência do movimento prévio. Após alcançar seu objetivo em R$56,65 seu novo
preço-alvo fica em R$61,19 (161,8% de projeção pelo gráfico semanal).

Marfrig (MRFG3)

MRFG3 trabalha com topos e fundos ascende dentes, volume majoritariamente comprador e preço
sobre as médias exponenciais mais curtas de 09 e 21 períodos no gráfico diário, a continuidade do
movimento prévio indica a possibilidade para retorno em topo anterior, região dos R$12,30 e
posteriormente R$14,50.

Transmissão Paulista (TRPL4)

Ativo em forte deslocamento de preço acrescido de volume comprador com topos e fundos
ascendentes dentro de uma tendência primária de alta. Suas médias mais próximas de 09 e 21 períodos
exponenciais do gráfico diário permanecem inclinadas para cima na superação do preço em máxima
histórica. Este movimento pode ser considerado rompimento de topo apara continuidade do momento
prévio.

Direcional (DIRR3)

Direcional segue trabalhando em região de máxima histórica, o preço também permanece com volume
majoritariamente comprador em todos os períodos. Pelo gráfico semanal preço forma Retorno a média
para a continuidade do movimento prévio, esta tendência de alta. Seu preço-alvo fica em R$29,40
região está de projeção por Fibonacci. Por fim, ADX e MACD apontam para mais altas no curto prazo.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.