Home Economia e PolĂ­tica Empresa FidĂșcia nega vazamento de Pix, mas rescinde contrato com cliente

Empresa FidĂșcia nega vazamento de Pix, mas rescinde contrato com cliente

De acordo com o comunicado, não houve o vazamento de nenhum dado bancårio, informaçÔes cadastrais nem de chaves Pix

por AgĂȘncia Brasil
0 comentĂĄrio

Acusada pelo Banco Central (BC) de ter permitido a violação de dados de mais de 46 mil chaves Pix, a FidĂșcia Sociedade de CrĂ©dito ao Microempreendedor e Ă  Empresa de Pequeno Porte Limitada (FidĂșcia) negou que os dados tenham vazado.

Em nota divulgada à imprensa, a instituição financeira afirmou que um cliente pediu informaçÔes em grande escala, mas foi bloqueado.

De acordo com o comunicado, não houve o vazamento de nenhum dado bancårio, informaçÔes cadastrais nem de chaves Pix.

O que aconteceu, segundo a instituição, foi um pedido de um Ășnico cliente que usou uma “base de dados proprietĂĄria” para fazer uma consulta.

“Essa atividade incomum de solicitação de confirmação de chaves Pix foi prontamente identificada pelo provedor tecnolĂłgico e rapidamente bloqueada”, informou a FidĂșcia. “O cliente foi descontinuado junto Ă  FidĂșcia e teve seu contrato rescindido por operação diversa daquela prevista contratualmente”, acrescentou o comunicado.

(Imagem: Raphael Ribeiro/BCB)
(Imagem: Raphael Ribeiro/BCB)

A nota destacou que nenhum cliente foi vítima de movimentação financeira indevida e que nenhum saldo foi subtraído ou alterado.

No comunicado emitido na noite desta segunda-feira (18), o próprio BC tinha informado que o incidente não resultou em movimentaçÔes de dinheiro.

A FidĂșcia tambĂ©m informou ter tomado as providĂȘncias preventivas, alinhadas com o Banco Central, para impedir que consultas indevidas voltem a ocorrer. A instituição financeira destacou que estĂĄ usando o recurso de ocultação parcial de dados de chaves Pix, pedido pela autoridade monetĂĄria.

Segundo o BC, 46.093 chaves Pix cadastradas na FidĂșcia tiveram dados cadastrais vazados. O incidente, informou a autoridade monetĂĄria nĂŁo resultou na exposição de dados sensĂ­veis, como como senhas, informaçÔes de movimentaçÔes ou saldos financeiros ou quaisquer outras informaçÔes sob sigilo bancĂĄrio.

Esse foi o sexto incidente de vazamento de chaves Pix relatado pelo Banco Central desde a criação do sistema de transferĂȘncias instantĂąneas, em novembro de 2020.

Veja o documento abaixo:

O Dinheirama Ă© o melhor portal de conteĂșdo para vocĂȘ que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os nĂșmeros.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteĂșdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que nĂŁo faz qualquer tipo de recomendação de investimento, nĂŁo se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com Ă© de propriedade do Grupo Primo.