Em nosso último texto (clique aqui para ver), você pôde entender melhor o que é um robô de investimentos, além de assistir os 4 vídeos explicativos sobre o tema.

Agora vamos tratar este outro assunto importante, relacionado aos custos para utilizar este tipo de ferramenta, que facilita seus investimentos e libera mais tempo para você.

Qual o valor mínimo para investir com o robô Alkanza?

Esta pergunta não está diretamente associada aos custos, mas está sempre presente na mente do investidor. Então é importante aproveitarmos a ocasião.

Investir com o robô Alkanza, requer um valor mínimo de R$ 5.000,00. Este é um valor baixo, quando consideramos toda a inteligência e complexidade por trás do sistema.

Quais são os custos envolvidos?

Agora sim, vamos ao assunto principal. Esses custos são dois:

  • Taxa de administração para a gestão e rebalanceamento automático da carteira;
  • Taxa de compra dos ativos, realizados por meio da corretora utilizada pelo robô.

A taxa de administração é de 0,5% (bem mais baixa que os 2% normalmente praticados no mercado), e ela é calculada uma vez ao ano, mas descontada mensalmente, e de forma proporcional ao patrimônio aplicado neste período.

Nada como um exemplo para facilitar a compreensão. Ao investir R$ 5.000 a taxa de administração ao ano será de R$ 25, ou seja, você pagará em torno de R$2 por mês para a gestão automática da sua carteira de investimentos.

Já as taxas de compra dos ativos, são as famosas custódia e corretagem, que muitos já estão acostumados a pagar quando investem por conta própria.

Esses custos não são do robô, mas sim da corretora, pois o robô precisa de uma corretora de valores para funcionar. Utilizamos como parceira a corretora Rico.com.vc. Veja exemplos destes custos:

  • Ações/ETF: R$ 4,40 por lote fracionário, ou R$9,80 por lote padrão.
  • Custódia: R$12,50 cobrada pelo mercado Bovespa, mas você ficará isento, se fizer mais de uma operação no mês.
  • Tesouro direto: 0,4% ao ano.

Existe aquela tal taxa de performance?

Não. A taxa de performance geralmente é cobrada pelos serviços de gestão de investimento (como os Fundos de Investimento), mas usando nosso robô você não terá esse custo.

Nossa tecnologia baseada em algoritmos permite otimização dos nossos custos com uma equipe pequena e altamente eficiente.

Como fica o acerto com o leão?

O imposto de renda, algo importante para todo investidor, segue as mesmas regras de cada produto que fará parte do seu portfólio com o uso do robô.

Relembrando, na renda fixa é recolhido o imposto de renda na fonte, seguindo a tabela regressiva de IR.

Na renda variável, a regra é de 15% sobre o lucro, lembrando que os ETF não possuem isenção de imposto de renda para vendas abaixo de R$ 20 mil no mês (essa isenção ocorre na compra de ações).

Por que é necessário o uso de uma corretora?

A Alkanza não faz intermediação de ativos. O que fazemos é selecionar os ativos para o seu portfólio, de acordo com o seu objetivo.

Se você estiver gostando da ideia de investir através do nosso robô, basta autorizar o seu uso na sua conta da Rico.com.vc (ou abrir uma).

Em seguida nossos robôs realizam a compra dos ativos automaticamente, além de avaliarem a sua carteira com frequência e realizarem os ajustes se houverem melhores oportunidades.

Clique aqui e conheça mais sobre este universo, onde a tecnologia é utilizada para facilitar o seu dia a dia, tornando a multiplicação do seu patrimônio, uma tarefa bem simples!

Nota: Esta coluna é mantida pela Alkanza, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Alkanza
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários