Lucros expressivos na bolsa de valores é algo relativamente comum de acontecer. Afinal, o ambiente da Renda Variável oferece instrumentos para alavancar os lucros.

É claro que para isso os riscos são também muito elevados. É aquela máxima do mercado: quanto mais potencial de lucros, maior o risco envolvido.

Mas o que dizer de obter lucros também expressivos, só que na Renda Fixa? Formidável, não? Afinal, a Renda Fixa também possui riscos, mas são muito baixos se comparados à Renda Variável. Vamos explicar isso melhor.

Gestão ativa da Renda Fixa

Dê uma olhada detalhada desta tabela. Nela houve um investimento único de R$ 100.000,00 no ano de 2009. Nos anos seguintes, vemos as valorizações obtidas, ano a ano:

Nada mal, não é mesmo? Multiplicar por quase 6 vezes o seu dinheiro, num período relativamente curto (8 anos), e com riscos muito baixos.

Toda esta rentabilidade foi obtida apenas utilizando investimentos de Renda Fixa. Nada de bolsa de valores, ações, derivativos ou outra coisa mais complexa e arriscada.

Em 2009, por exemplo, os R$ 100 mil estavam aplicados no título NTN-B 2024. Apenas este tipo de título e com esta data de vencimento, proporcionou a rentabilidade anual de 25,22%.

Em 2010, os R$ 125 mil já acumulados, foram retirados do NTN-B 2024 e aplicados no NTN-B 2035, que pagou naquele ano 29,25%.

Leitura recomendada: Aprenda a obter ótimos lucros com baixo risco

Em 2011, os R$ 161 mil já acumulados, foram retirados do NTN-B 2035 e aplicados no NTN-F. Com isso, num ano difícil para a renda fixa, conseguirmos obter 16,30%. E por aí vai.

Não tem segredo, tem estratégia

O que percebemos na exposição acima, é que o dinheiro não ficou aplicado o tempo todo num único tipo de título público.

A gestão ativa faz que com que aproveitemos a variação da taxa de juros do mercado, para comprarmos ou vendermos títulos públicos, buscando o melhor cenário em função deste movimento.

Agora, em 2016, estamos prestes a ver mais uma mudança na variação da curva de juros do país, no caso, para baixo. Quem se posicionar corretamente, irá tirar boas vantagens da gestão ativa da Renda Fixa.

Para você entender melhor como isso funciona, compreender os baixos riscos envolvidos, e saber qual é o investimento mais adequado para você colocar o seu dinheiro ao longo do tempo, nós preparamos um página de instruções (clique aqui).

Você verá que não importa se você tem muito ou pouco conhecimento do mercado financeiro, pois receberá um passo a passo sobre como realizar esses investimentos. Continuaremos nossa conversa por lá. Até!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.