Nunca na história da humanidade empresas e serviços passaram a ganhar importância tão rapidamente como nos dias atuais.

Hoje, felizmente, empresas que começam com pouco ou nenhum investimento conseguem ganhar muito espaço, conquistam demanda e redefinem a forma como as pessoas lidam com os mais diversos segmentos.

Redefinir a forma como as pessoas lidam com o dinheiro! Talvez esta seja uma boa definição para as fintechs, empresas que estão consolidando e mudando a vida financeira de muita gente.

No Brasil, surgiram nos últimos anos startups que decidiram “chacoalhar” o establishment financeiro. Mais do que se apresentarem como opção em detrimento das instituições tradicionais, as fintechs criam uma nova maneira de resolver questões fundamentais para o crescimento no país.

Aplicativo gratuito recomendado: Dinheirama Organizze, o controle do seu dinheiro na palma da mão

Fintechs: oportunidade de redefinir o mundo das finanças

Hoje temos fintechs que cuidam do planejamento financeiro das pessoas e empresas, outras que oferecem produtos de crédito com taxas de juros mais baixas e outras que facilitam a vida das pessoas na hora de investir.

Durante o ano de 2016, nossa equipe conheceu de perto o trabalho de muitas dessas fintechs, e adoramos tudo o que encontramos e vimos nelas.

A receptividade, o emprenho das equipes e a visão transformadora dos fundadores nos mostram que o caminho da inovação nesta área apenas começou.

Do papo, surgiram vídeos para nosso programa de empreendedorismo Dinheirama Pitch. Agora compilamos e organizamos esses episódios em um especial surpreendente e inspirador.

Conheça agora um pouco mais sobre essa transformação que as fintechs estão promovendo no Brasil e no mundo.

Ebook gratuito recomendadoFreelancer: Liberdade com muito trabalho e resultados

Leandro Benincá, CEO do Organizze

Renato De Vuono conversa com Leandro Benincá, CEO do Organizze, um dos principais aplicativos de gestão financeira pessoal e empresarial do Brasil. Veja neste vídeo os desafios do empreendedor brasileiro, qual o futuro das “fintechs” e muito mais:

Clique para assistir

Jorge Vargas Neto e Paulo David, sócios-fundadores da BIVA

Conrado Navarro conversa com Jorge Vargas Neto e Paulo David, sócios-fundadores da Biva Serviços Financeiros, que é uma plataforma de empréstimos “ponto a ponto”, ou P2P. Quer saber os desafios de empreender e também o que são empréstimos P2P? Então não perca nenhum minuto desse bate papo:

Clique para assistir

Sandro Reiss e Karin Thies, sócios-fundadores da GERU

Giovanni Coutinho conversa com Sandro Reiss e Karin Thies, sócios-fundadores da Geru, uma plataforma de empréstimos online mais barata e transparente que os bancos tradicionais:

Clique para assistir

Felipe Sotto-Maior e Daniel Resende, da Vérios Investimentos

Giovanni Coutinho conversa com Felipe Sotto-Maior e Daniel Resende, fundadores da Vérios Investimentos, uma startup que tem como objetivo entregar ao investidor rentabilidades superiores a poupança mas com a mesma facilidade para aplicação. O papo fala da jornada dos empreendedores, entre conquistas, frustrações e todos os desafios dessa escolha de vida que exige coragem e muita dedicação:

Clique para assistir

André Macedo, CEO da Intuit Brasil

Ricardo Pereira conversa com André Macedo, CEO da Intuit Brasil e um dos fundadores da startup ZeroPaper. O papo revela como pensa o empreendedor, o que ele considera importante para obter sucesso e como deve ser o dia a dia do empresário para vencer:

Clique para assistir

Thiago Alvarez e Benjamin Gleason, do GuiaBolso

Ricardo Pereira conversa com Thiago Alvarez e Benjamin Gleason, fundadores do GuiaBolso, o app de controle financeiro mais baixado e badalado do momento. Dificuldades, problemas, soluções, investimento, tudo sobre o estilo de vida do empreendedor e sua jornada:

Clique para assistir

Ricardo Pereira
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários