Home Economia e Política Estoque de crédito no Brasil sobe 0,7% em maio, diz BC

Estoque de crédito no Brasil sobe 0,7% em maio, diz BC

No mês, a inadimplência no segmento de recursos livres ficou em 4,6% e o spread bancário no mesmo segmento foi de 29,1 pontos percentuais.

por Reuters
0 comentário

As concessões de empréstimos no Brasil subiram 0,4%% em maio na comparação com o mês anterior, informou o Banco Central nesta quarta-feira, com o estoque total de crédito avançando 0,7% no período, a 5,96 trilhões de reais.

O aumento do estoque total decorreu dos avanços de 0,4% no saldo das operações de crédito com pessoas jurídicas, totalizando 2,3 trilhões de reais, e de 0,9% no de pessoas físicas, que somou 3,7 trilhões de reais.

No mês, as concessões de financiamentos com recursos livres, nos quais as condições dos empréstimos são livremente negociadas entre bancos e tomadores, tiveram queda de 0,1% em relação ao mês anterior. Para as operações com recursos direcionados, que atendem a parâmetros estabelecidos pelo governo, houve aumento de 4,2% no período.

Em maio, a inadimplência no segmento de recursos livres, ficou em 4,6%, contra 4,5% no mês anterior.

Já o juros cobrados pelas instituições financeiras no crédito livre ficaram em 40,0% em maio, uma queda de 0,3 ponto percentual em relação ao mês anterior.

Nos recursos direcionados, houve aumento de 0,2 ponto no mês, a 10,4%.

O spread bancário, diferença entre o custo de captação dos bancos e a taxa final cobrada do cliente, caiu para 29,1 pontos percentuais nos recursos livres, contra 29,5 pontos no mês anterior.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.