Home Economia e Política EUA vão deixar de sobretaxar exportações brasileiras de tubos de aço, diz Alckmin

EUA vão deixar de sobretaxar exportações brasileiras de tubos de aço, diz Alckmin

Em 2023, o Brasil exportou 22 milhões de dólares em tubos de aço, dos quais 457 mil dólares foram destinados aos EUA

por Reuters
0 comentário
(Imagem: Reprodução/Freepik/@fanjianhua)

Os Estados Unidos revogaram direito antidumping aplicado desde 1992 às importações brasileiras de tubos de aço com a cobrança de uma sobretaxa de 103,4%, informou nesta sexta-feira o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Mdic), Geraldo Alckmin.

A medida foi tomada na quinta-feira a partir da conclusão, defendida pelo governo brasileiro, de que a extinção da medida não implicaria dano à industria norte-americana, disse o Mdic em nota.

“É uma conquista importante que vai expandir ainda mais a exportação siderúrgica de tubos de aço para os Estados Unidos”, disse Alckmin na abertura do anúncio dos resultados da balança comercial do país em 2023.

O vice-presidente destacou que o Brasil foi o único país objeto de revogação da sobretaxa.

Em 2023, o Brasil exportou 22 milhões de dólares em tubos de aço, dos quais 457 mil dólares foram destinados aos EUA volume que o governo agora espera ver crescer.

Em janeiro do ano passado, os Estados Unidos revogaramtarifa antidumping imposta em 1993 sobre chapas grossas de aço carbono produzidas no Brasil.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.