A confirmação da liderança de Jair Bolsonaro (PSL) na preferência dos eleitores faz a Bolsa operar em forte alta nesta segunda-feira, acima dos 86 mil pontos. O dólar cai com força e é negociado ao redor de R$ 3,75, 10 centavos abaixo do valor de fechamento da sexta-feira.

No domingo, eleitores deram 46,04% dos votos válidos a Bolsonaro, enquanto o petista Fernando Haddad, que vai disputar com ele o segundo turno, ficou com 29,26%. O PT ficou com 57 cadeiras na Câmara dos Deputados, a maior bancada, e o PSL, com 51.

Leita também: Conheça os cotados para serem ministros de Bolsonaro

Euforia com os números de Bolsonaro

O desempenho da Bolsa nesta segunda é impulsionado por ações de estatais. às 10h47, o Ibovespa subia 5,20%, a 86.606 pontos.

O Banco do Brasil chegou a subir mais de 12% no começo do pregão e puxou o desempenho dos outros bancos na Bolsa. Petrobras ganhava quase 10% no mesmo horário, assim como as ações da Eletrobras.

A Cemig ganha mais de 17%. Em relatório, a Rico Corretora atribui o desempenho ao avanço do candidato do Novo, Romeu  Zema, na corrida pelo governo de Minas Gerais. Durante sua campanha, Zema defendeu a recuperação financeira e a possível privatização da Cemig com o objetivo de reduzir as tarifas aos clientes.

O dólar caía cerca de 2,5%, a R$ 3,7630 nesta manhã. Comparado a uma cesta de moedas emergentes, o real é a que mais avança sobre o dólar nesta segunda. De 24 divisas, apenas 5 se valorizam ante a moeda americana.

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários