Esta é uma pergunta muito recorrente entre nossos leitores. Para não gerar ansiedades, sim, há um momento ideal para começar a investir na bolsa. Antes de explicar melhor a resposta, veja estas informações.

Segundo o site da BM&F Bovespa, esta era a quantidade de investidores do tipo pessoas físicas na bolsa de valores no mês de Outubro/2015:

Existe um momento ideal para começar a investir na bolsa de valores?

Considerando nossa população de aproximadamente 200 milhões de pessoas, temos uma participação de 0,28% de brasileiros na bolsa de valores. É um número muito baixo, que reflete a realidade de um país com pouca educação financeira.

No entanto, este não é o seu caso. Portanto, considere-se um privilegiado por estar lendo este texto e por se interessar sobre o assunto. A bolsa de valores é um ambiente interessante e que reserva muita lucratividade para quem estiver devidamente preparado.

E falando em preparo, qual é o momento ideal para iniciar na bolsa de valores? São os momentos em que a bolsa de valores apresenta suas maiores baixas, e isso coincide com momentos de tensão e crise na economia e política de nosso país. Em outras palavras, este momento é agora!

Vejamos esta figura gráfica. Ela mostra a grande queda que ocorreu na bolsa na crise de 2008 e a posterior alta, que se iniciou ainda em 2008 e seguiu até 2010. As duas setas amarelas estão posicionadas no ano de 2009. Entre elas se passou um período de aproximadamente 45 semanas (quase um ano), e esta inclinação representa uma valorização de 68% do índice Bovespa.

Existe um momento ideal para começar a investir na bolsa de valores?

Nada mal ter 68% de lucro em um ano, não é mesmo? Mas há um problema: é impossível prever o futuro, e nunca saberemos o momento exato em que estaremos no ponto da virada.

A boa notícia é que não precisamos acertar o momento exato. Basta estarmos próximos dele para já aproveitarmos essas raras e ótimas oportunidades de multiplicação. Estamos agora diante de uma delas!

Para você entender isso melhor, convidamos você para conhecer um relatório detalhado preparado pelo Felipe Miranda, analista CNPI e sócio da empresa Empiricus, nossa parceira de conteúdo. Com toda a sua experiência, ele apresenta o raciocínio por trás desta questão.

Para ter acesso ao relatório, que é gratuito, clique aqui para ser direcionado para a página exclusiva que a Empiricus preparou.

Boa leitura, bons investimentos, e até a próxima!

Nota: Esta coluna é mantida pela Empiricus, que contribui para que os leitores do Dinheirama possam ter acesso a conteúdo gratuito de qualidade.

Foto: “shares up”, Shutterstock.

 

Empiricus Research
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários