Home Agronegócio Exportação de carne de frango do Brasil será recorde em 2023, com alta de até 6,8%

Exportação de carne de frango do Brasil será recorde em 2023, com alta de até 6,8%

Já a produção de carne de frango do país, maior exportador global do produto, foi prevista entre 14,8 milhões e 14,9 milhões de toneladas em 2023

por Reuters
0 comentário

O Brasil, o maior exportador de carne de frango do mundo, continuou a aumentar a produção mesmo após a chegada do vírus altamente contagioso da gripe aviária, que não chegou às granjas comerciais, mas foi detectado em território nacional pela primeira vez em maio.

O país, com uma participação de mais de um terço do comércio global de carne de frango, deverá produzir até 14,9 milhões de toneladas desse tipo de proteína em 2023 e até 15,35 milhões de toneladas em 2024, de acordo com projeções divulgadas na terça-feira pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).

Se as previsões se confirmarem, haveria um crescimento anual de até 3,7% em 2024, após aumento de até 2,6% em 2023 versus o ano passado, segundo a ABPA.

Com o impulso da produção neste ano e a demanda dos importadores, o Brasil deverá deter uma participação de mercado de quase 38% no comércio global de frango em 2023, acima dos cerca de 36% em 2022, disse a ABPA.

Ricardo Santin, presidente da ABPA, elogiou a capacidade do Brasil de proteger suas granjas avícolas comerciais depois que o vírus da gripe aviária matou aves selvagens, mamíferos marinhos e animais de fundo de quintal.

Ele advertiu, no entanto, que os agricultores e as empresas terão de aprender a conviver com a doença, dizendo que “o vírus estará sempre presente”.

Uma vez que não registrou a doença em granjas comerciais, o país manteve o status de livre de gripe aviária, ganhando fatia de mercado.

A exportação de carne de frango do Brasil em 2023 foi estimada nesta terça-feira entre 5,05 milhões e 5,15 milhões de toneladas em 2023, patamar recorde, com alta anual de até 6,8%, afirmou a associação, que representa empresas como a BRF e a JBS.

Em 2024, a exportação de frango do Brasil está prevista em até 5,30 milhões de toneladas, alta anual de até 3,9%, segundo a ABPA.

Suínos

A ABPA afirmou que a produção de carne suína no quarto maior exportador do mundo crescerá para até 5,1 milhões de toneladas em 2023 e para até 5,15 milhões de toneladas em 2024.

Isso significaria crescimento de até 2,3% neste ano, avançando até 1% em 2024.

A exportação de carne suína do Brasil em 2023 foi estimada em até 1,22 mi t, com aumento anual de até 8,9%, crescendo para até 1,3 milhão de toneladas em 2024, aumento anual de até 6,6%.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Mail Dinheirama

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.