Home Empresas Fabricante de celulose CMPC teve armazém danificado por ventania no RS

Fabricante de celulose CMPC teve armazém danificado por ventania no RS

A unidade industrial da CMPC fica localizada próximo ao rio Guaíba, cujo nível de água chegou a atingir 2,46 metros e preocupou as autoridades

por Reuters
0 comentário

Uma ventania, acompanhada das fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul ao longo da semana, danificou parte do telhado de armazéns em que a CMPC Brasil, do grupo CMPC (CMPC), mantém estocada a celulose para exportação, na cidade de Rio Grande, causando um prejuízo “ainda a ser avaliado”, disse a empresa em nota à Reuters nesta sexta-feira.

A empresa disse que a sua unidade industrial localizada em Guaíba, próximo ao rio Guaíba, cujo nível de água na quinta-feira chegou a atingir 2,46 metros e preocupou as autoridades, não sofreu nenhum tipo de contratempo em função dos fortes ventos e chuvas que vêm atingindo a região Sul.

“A operação florestal também não foi diretamente afetada pelos fortes ventos, mas há registros de alguns acessos às zonas florestais bloqueados pela água”, acrescentou em nota.

Recursos foram anunciados por Eduardo Leite em coletiva de imprensa no Palácio Piratini
Recursos foram anunciados por Eduardo Leite em coletiva de imprensa no Palácio Piratini (Imagem: Gustavo Mansur/Secom)

Ciclone extratropical

O número de mortos e desaparecidos em decorrência da passagem de um ciclone extratropical no Rio Grande do Sul no início da semana já soma 41 e 46, respectivamente, de acordo com dados mais recentes do governo do Estado. No total, 87 municípios gaúchos foram afetados.

O governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB), anunciou 1 bilhão de reais em operações de financiamento pelo Banrisul e 20 milhões de reais pela Secretaria da Saúde para as regiões atingidas.

A CMPC acrescentou em nota que sua operação direcionou caminhões-pipa aos municípios de Lajeado e Estrela para ajudar na limpeza e na reconstrução local.

O grupo CMPC conta com 44 plantas industriais no Brasil, Chile, Argentina, Colômbia, Equador, México, Peru e Uruguai. A empresa iniciou suas operações no Brasil em 2009, quando adquiriu a unidade industrial de Guaíba, no Rio Grande do Sul.

Sobre Nós

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.  Saiba Mais

Faça parte da nossa rede “O Melhor do Dinheirama”

Redes Sociais

© 2023 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.