Sim, você já conhece a velha e simples regra áurea de uma vida financeira equilibrada e sustentável: gastar menos do que se ganha, e investir. Se é tão simples e claro, porque tanta gente não faz e termina em apuros?

Há muitos motivos, mas o maior deles é o descontrole, ou desorganização financeira. Para se gastar menos do que se ganha, é preciso saber:

  • Quanto está sendo gasto (valor monetário);
  • Onde está sendo gasto (o que foi comprado);
  • Quando está sendo gasto (o dia em que foi feito).

Uma listagem simples com estas 3 informações, feitas durante o período de 1 mês já seria suficiente para começar a arrumar o caos financeiro em que muitos se encontram.

O problema principal: se esquecer de controlar

Dentro da desorganização financeira, o maior desafio reside em NÃO esquecer de lançar os gastos realizados. Todos os dias esse registro precisa ser feito.

Pense numa empresa, independente de seu tamanho. Tudo o que ela compra e vende, precisa ser registrado. Isso normalmente ocorre através de softwares de gestão e outras ferramentas similares.

Uma má gestão nesses controles de receita (vendas) e despesa (custos) pode colocar a empresa na rota da falência. Aliás, esse também é o motivo pelo qual muitas empresas “quebram”.

Crie o hábito de controlar as receitas e as despesas

Mas como aprender a registrar cada gasto no momento da compra? Criando o hábito de fazê-lo. No começo será mais difícil, mas se você insistir nesse procedimento por cerca de 30 dias, já estará fixando esta tarefa em sua mente e rotina.

Você pode fazer isso utilizando um caderno de bolso, para as anotações. Como hoje em dia praticamente todo mundo tem um smartphone, você também pode dispensar o caderninho e utilizar um aplicativo de controle.

Já temos convidado você a utilizar o Dinheirama Organizze, que é o nosso aplicativo recomendado para você fazer o controle de suas finanças pessoais. Ele tem uma versão gratuita e outra paga, para você decidir qual se encaixa melhor nas suas necessidades.

Utilizando o aplicativo, a criação deste hábito de controle será ainda mais rápido, pois você irá associar o momento da compra, com o uso do smartphone.

É muito simples, não precisa de papel e caneta, e o mais legal é que você lança o suas receitas, e a cada gasto o aplicativo te mostra na tela principal quanto você ainda tem de saldo restante:

Faça o controle dos seus gastos no momento em que eles são realizados

Nestes exemplos acima, numa situação, o saldo ainda estava positivo, mas na outra, já havia um “estouro” no orçamento… Nesses casos, é hora de pisar no freio, ou de buscar aumentar a fonte de renda (e não vale dar desculpas, pois você colherá as dores de gastar mais do que ganha).

Gostou? Então clique aqui para saber mais detalhes sobre o aplicativo.

Fica mais uma vez esta dica sobre algo tão importante. Ter educação financeira não é sinônimo de ser rico (embora seja o melhor caminho para isso), mas sim de ter uma vida financeira equilibrada e sustentável!

Redação Dinheirama
Aviso: Os textos assinados e publicados no Dinheirama.com não representam necessariamente a opinião editorial do Blog. Asseguramos a qualquer pessoa, empresa ou associação que se sentir atacada o direito de utilizar o mesmo espaço para sua defesa. Também ressaltamos que toda e qualquer informação ou análise contida neste blog não se constitui em solicitação ou oferta de seu autores para compra ou venda de quaisquer títulos ou ativos financeiros, para realização de operações nos mercados de valores mobiliários, ou para a aplicação em quaisquer outros instrumentos e produtos financeiros. Através das informações, dos materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog, os autores não estão prestando recomendações quanto à sua rentabilidade, liquidez, adequação ou risco. As informações, os materiais técnicos e demais conteúdos existentes neste blog têm propósito exclusivamente informativo, não consistindo em recomendações financeiras, legais, fiscais, contábeis ou de qualquer outra natureza.

Comentários