Home Economia e Política Fed manterá juros inalterados, mas sinalizará caminho da política monetária nesta semana

Fed manterá juros inalterados, mas sinalizará caminho da política monetária nesta semana

Entre março de 2022 e maio de 2023, o Fed elevou os juros em dez reuniões consecutivas com altas de 25 pontos-base a 75 pontos-base

por Reuters
0 comentário

O Federal Reserve inicia uma reunião de política monetária de dois dias nesta terça-feira, com as autoridades devendo manter os juros inalterados por enquanto, mas também sinalizando em novas projeções econômicas se sentem que os juros precisam subir ainda mais antes do final do ano.

Uma nova declaração de política monetária e a decisão sobre os juros serão divulgados às 15h (no horário de Brasília) na quarta-feira, com coletiva de imprensa do chair do Fed, Jerome Powell, às 15h30.

Investidores em contratos vinculados à taxa de juros do Fed consideram quase certo que o banco central deixará os custos dos empréstimos no intervalo atual de 5,25% a 5,5%, um passo consistente com a mudança do Fed para um ritmo mais lento e ponderado em suas altas.

Entre março de 2022 e maio de 2023, o Fed elevou os juros em dez reuniões consecutivas com altas de 25 pontos-base a 75 pontos-base enquanto lutava contra o pior aumento da inflação desde o início da década de 1980.

Em junho, o Fed fez uma pausa, mas as projeções econômicas trimestrais que acompanharam essa decisão mostraram que 12 das 18 autoridades ainda previam mais dois aumentos de 0,25 ponto percentual nos juros até o final do ano.

Uma dessas altas ocorreu na reunião de julho. Embora o ritmo mais lento e “dependente dos dados” do Fed possa levar as autoridades a fazer uma nova pausa em setembro, analistas dizem que há poucas notícias econômicas recentes que possam fazer as autoridades fecharem a porta para um último aumento.

O contrato futuro do Ibovespa com vencimento mais curto (Imagem: Reprodução/ Reuters)
Na reunião de julho ainda era o caso…em que a maioria dos participantes continuava vendo riscos ascendentes significativos para a inflação (Imagem: Reprodução/ Reuters)

A lógica “é inércia parcial, já que os participantes do Comitê podem não querer mexer com o que está funcionando”, disse o economista do JP Morgan Michael Feroli.

Além disso, os dados desde a última reunião da Fed, embora apoiem em geral a visão de uma desaceleração da inflação a par da continuação do crescimento econômico, têm sido mistos, uma vez que o ritmo dos aumentos dos preços globais cresceu recentemente.

Na reunião de julho “ainda era o caso…em que ‘a maioria dos participantes continuava vendo riscos ascendentes significativos para a inflação'”, disse Feroli, citando a ata dessa reunião. Embora a inflação tenha desacelerado desde o seu pico do ano passado, medidas de seu núcleo mostram que os preços continuam subindo cerca do dobro da meta de 2% da Fed.

As autoridades também têm sido relutantes em mostrar qualquer tropeço na sua luta contra a inflação, mesmo que isso signifique juros mais altos do que o esperado e maior risco para uma economia que produziu mais empregos e crescimento do que o previsto, dado o rápido aperto da política monetária.

O Dinheirama é o melhor portal de conteúdo para você que precisa aprender finanças, mas nunca teve facilidade com os números.

© 2024 Dinheirama. Todos os direitos reservados.

O Dinheirama preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O portal www.dinheirama.com é de propriedade do Grupo Primo.